Lucas Piazon (Foto: Anderson Alves)

Lucas Piazon pertence ao Chelsea, mas está emprestado ao Reading (Foto: Anderson Alves)

LANCE!
28/01/2016
11:17
Londres (ING)

Emprestado pelo Chelsea ao Reading, da Segunda Divisão Inglesa, o brasileiro Lucas Piazon teve uma confortante notícia na última terça-feira. A justiça canadense arquivou a acusação de abuso sexual que sofria no país. O episódio veio à tona após denúncia de uma jovem de 21 anos com ele e o goleiro Andrey, que defenderam o Brasil no Pan-Americano de Toronto, no ano passado.

O processo foi arquivado por falta de provas, mas o de Andrey segue aberto. Na época do caso, a polícia canadense já não soube explicar a diferença dos mandados expedidos para a dupla. Para o atacante do Reading, valia apenas para o estado de Ontario. Já o goleiro poderia ser preto em todo o país.

Lucas Piazon reconheceu o alívio pela notícia, principalmente por ter sido pego de surpresa.

- A gente fica nessa agonia, nessa ansiedade do caso ser resolvido. Quando a notícia saiu, o documento, ficamos muito aliviados e felizes. Não é fácil ser acusado assim, ser pego de surpresa, como eu fui. Fiquei sabendo disso como todo mundo, pela internet, pelos jornais. Foi um choque muito grande para minha família, para mim, para meus parentes no Brasil... Então, para todo mundo foi um alívio muito bom - disse o brasileiro, em entrevista ao "Globoesporte.com".

Durante o período em que o processo corria no Canadá, Lucas Piazon preferiu o silêncio, até para não dar declarações que pudessem prejudicá-lo no futuro.

Chelsea - Lucas Piazon e Oscar (Foto: Reprodução/ Instagram)
Lucas Piazon e Oscar pelo Chelsea (Foto: Reprodução/ Instagram)

- Optei pelo silêncio até para não dar ênfase para notícia. Qualquer coisa que eu falasse e fosse mal interpretado, poderia ser usado contra mim. Na verdade, fiquei tranquilo. Via minha família muito nervosa, mas só eu sei da verdade. Tinha minha consciência limpa e sabia que o desfecho dessa história não seria diferente do que foi. Recebi muito apoio de amigos, nas redes sociais, do Chelsea, do Reading... Todos ficaram do meu lado e passaram tranquilidade para continuar jogando e vivendo minha vida normalmente.

Apesar dos problemas extracampo, Piazon seguiu em atividade pelo Reading. São 19 jogos e quatro gols marcados. O brasileiro falou da experiência de jogar na Segunda Divisão.

- A Segunda Divisão inglesa é complicada, né? Não são jogos dos mais bonitos, são mais disputados. É muita força física, muita luta, muita entrega. Então, é difícil. Acham que por ser Segunda Divisão é fácil, mas é complicado. Estou gostando. É uma experiência boa. Estou aprendendo bastante coisa. Ainda estamos na metade da temporada e vamos brigar por uma vaga para os playoffs de acesso para Premier League. Estamos aí na luta. A experiência está sendo boa - completou o atacante.