Presidente da FIFA, Sepp Blatter participa de coletiva de imprensa em Zurique após sua reeleição (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

A exemplo de Valcke, Joseph Blatter foi banido do esporte pelo Comitê de Ética da Fifa  (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

LANCE! 
09/09/2016
11:09
Zurique (SUI)

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, a Fifa informou que abriu processo formal contra o ex-presidente Joseph Blatter, o ex-secretário-geral Jérôme Valcke e do ex-diretor de finanças Marcus Kattner. Ao todo, são investigados por cinco violações ao Código de Ética, incluindo corrupção e suborno, relacionadas a salários e bônus, já que teriam pago a si mesmos bônus de milhares de dólares.

- A Câmara de Investigação irá investigar possíveis violações dos artigos 13 (código geral de conduta), 15 (lealdade), 19 (conflito de interesses), 20 (oferta e aceitação de presentes e outros benefícios) e 21 (propina e corrupção) do Código de Ética da Fifa, no contexto de salários e bônus pagos aos Srs. Blatter, Valcke e Kattner, além de outras provisões incluídas no contrato destes três indivíduos - informa o comunicado.

Demitido em junho da Fifa, Kattner também é investigado por violação do artigo 16, no tocante à quebra de confidencialidade.

Blatter e Valcke foram banidos do esporte pelo Comitê de Ética da Fifa, além de serem investigados pela Justiça da Suíça por crimes de ordem financeira.