Júlio César treinando na praia (Divulgação)

Júlio César treinando na praia (Divulgação)

LANCE!
12/09/2016
10:13
Rio de Janeiro (RJ)

O experiente atacante Júlio César, de 36 anos, acertou com o FC Goa, da Índia, que é treinado por Zico e realiza pré-temporada no Centro de Futebol Zico (CFZ ) até o dia 23. O contrato vai até o final da Super League Indiana, campeonato que reúne diversas estrelas do futebol mundial.

- O Zico conversou comigo, perguntou como eu estava e falei que estou em forma, treinando normalmente. Depois disso, o acerto foi rápido. Já joguei em vários países, mas nenhum como a Índia. Será uma ótima experiência para mim. A vontade de voltar a jogar é muito grande e quero conquistar esse título. Me passaram que o nível da liga é alto, mas nosso elenco é muito qualificado e faremos de tudo para levantarmos a taça - afirmou o atacante, que vai vestir a camisa 99, a qual usa há nove anos.

Júlio falou da oportunidade de trabalhar com Zico, um ídolo nacional e dele também:

- É uma oportunidade muito grande poder trabalhar com o Zico, um ídolo do nosso futebol e meu também. Temos muitos brasileiros no time também. Isso facilitou o acerto.

Além do Galinho e de mais quatro brasileiros na comissão técnica, a legião tupiniquim se estende para dentro de campo. São sete brasileiros além de Júlio César: o zagueiro pentacampeão Lúcio, o volante Richarlyson, o atacante Rafael Coelho, o defensor Rafael Dumas, o meio-campista Trindade, além do zagueiro Luciano e do atacante Reinaldo, amigo de Júlio desde os 14 anos, quando disputavam peladas em Itaguaí, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

- Fomos criados praticamente juntos em Itaguaí e vamos poder reeditar essa dupla da nossa cidade no Goa - brincou Júlio.

Este será o 12º clube de Júlio César na carreira. Revelado pelo Fluminense em 1999, Júlio deixou as Laranjeiras em 2002, para defender o Lokomotiv (RUS). Depois passou por Estrela da Amadora (POR), Gil Vicente (POR), AEK (GRE), Rapid Bucaresti (ROM) e Gaziantepspor (TUR), antes de retornar ao Brasil para defender o Figueirense, em 2011. Ele ficou mais uma temporada em Santa Catarina, antes de ir para o Coritiba em 2013. Em 2015, defendeu o Ceará, e no primeiro semestre de 2016 ajudou o Mirassol a conseguir o acesso ao Paulistão-2017.