Árbitro

Árbitros estariam violando os mandamentos de Alá (Foto: KENZO TRIBOUILLARD/AFP)

RADAR/LANCE!
02/09/2016
14:16
Londres (ING)

Os jogos de futebol na Síria não poderão contar mais com a presença de árbitros por determinação do Estado Islâmico. Para o grupo extremista, os árbitros estariam "violando os mandamentos de Alá" para seguir o padrão estipulado pela Fifa. As informações são do jornal inglês "Independent", que conseguiu fazer contato com membros do Observatório dos Direitos Humanos da Síria, órgão localizado no Reino Unido.

O Estado Islâmico, em uma de suas interpretações do Alcorão, entende que um jogador lesionado deve lesionar de modo igual o seu adversário, e não somente ser punido com cartões amarelos e vermelhos.

As sanções impostas pelo Estado Islâmico para quem violar a determinação vão desde a prisão com tortura à morte.

Apesar da proibição dos árbitros, o futebol segue liberado. A Síria tem uma seleção oficial reconhecida pela Fifa e participa das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.