Náutico x Cruzeiro - Ricardo Goulart (Foto: Aldo Carneiro/ LANCE!Press)

Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro vão se enfrentar em final na Ásia (Foto: Aldo Carneiro/ LANCE!Press)

Ana Canhedo e Lucas Strabko
06/11/2015
08:05
São Paulo (SP)

Enquanto astros do futebol disputam a fase de grupos da Liga dos Campeões na Europa, dois brasileiros têm um compromisso importante longe dos holofotes da mídia mundial. Da China, Ricardo Goulart, atacante do Guangzhou Evergrande, viajou aos Emirados Árabes para reencontrar em campo um velho parceiro dos tempos de Cruzeiro, Éverton Ribeiro, meio-campo do Al-Ahli. Neste sábado, em Dubai, às 13h45 de Brasília, os dois times fazem o jogo de ida da grande final da Liga dos Campeões asiática, a competição mais importante disputada por seus times na temporada.

Mesmo longe de Cantão, cidade chinesa na qual tem sua sede, o time comandado por Luiz Felipe Scolari chega confiante à disputa do título, pois venceu a Liga da China há pouco e ainda comemora a conquista importantíssima ao grupo.

Goulart atuando pelo Guangzhou Evergrande (Foto: Divulgação)
Goulart atuando pelo Guangzhou Evergrande (Foto: Divulgação)


– É a competição que os chineses mais querem vencer aqui, isso acaba passando para nós jogadores também. O clube dá muito valor e a torcida também. Já conquistamos o nacional e agora queremos a Liga. Tem que ser assim sempre, cada dia em busca de um novo objetivo – disse Ricardo, ao LANCE!.

Vitorioso na temporada passada, o Al-Ahli ainda segue firme na disputa nacional deste ano. Assim, vencer a Liga dos Campeões seria a segunda conquista de Éverton longe do Brasil - ele já foi campeão da Supercopa dos Emirados. Um importante passo para, quem sabe em breve, disputar tal competição em solo europeu. O jogador não esconde o desejo de um dia vestir a camisa de um grande time do Velho Continente.

– No Cruzeiro, vivi momentos de extrema felicidade durante os últimos anos, foram muitas glórias, agora estou tendo a chance de jogar uma final importante de novo, justamente contra o Ricardo. Vou trabalhar muito para daqui a uns dois ou três anos estar na Europa. O caminho é esse: ser campeão e trabalhar duro todo dia – afirmou Éverton Ribeiro, também ao L!.

Éverton Ribeiro marcou o gol da classificação do Al-Ahli à final da Liga dos Campeões (Foto: Divulgação)
Éverton Ribeiro marcou o gol da classificação do Al-Ahli à final da Liga dos Campeões (Foto: Divulgação)


Juntos, Éverton e Ricardo venceram dois Campeonatos Brasileiros no Cruzeiro, nos últimos dois anos, sob o comando de Marcelo Oliveira e um estadual. É hora de uma nova decisão ao hoje rivais, mas sempre parceiros da Raposa.

AMIZADE ENTRE EX-CRUZEIRENSES SE MANTÉM PELO WHATSAPP; ESPOSAS DE AMBOS APROVEITAM FINAL PARA CURTIR DUBAI

Diane Goulart e Marilia Ribeiro aproveitaram muito bem as “férias obrigatórias” em Dubai. Enquanto os maridos Ricardo e Éverton se concentravam para a decisão da Liga dos Campeões da Ásia, as duas batiam pé pela maior cidade dos Emirados Árabes, como pode ser visto nas redes sociais da família Ribeiro.

Diane Goulart e Marilia Ribeiro visitam pontos turísticos de Dubai (Foto: Divulgação)
Diane Goulart e Marilia Ribeiro visitam pontos turísticos de Dubai (Foto: Divulgação)

A situação mostra o tamanho da amizade entre os ex–cruzeirenses. Não só dentro de campo, mas também fora dele. A distância não diminiuiu o carinho entre os ex–vizinhos de Belo Horizonte.

– Vai ser um jogo bacana, primeira vez jogando contra ele. Vai ficar marcado na carreira de ambos. As nossas esposas são amigas também e vamos poder reencontra-los. Mas dentro de campo cada um vai querer defender o seu lado – afirma o marido de Diane.

– Sabemos que o futebol prega peças. Nos últimos anos, fizemos uma amizade muito legal. Vamos trocar camisetas, para guardar. A mulher dele está aqui (na casa da família Ribeiro), mas dentro de campo espero sair vitorioso – diz o esposo de Marilia.

Da Lagoa da Pampulha a Ásia, o contato entre Ricardo e Éverton se manteve. O único jeito é usar a internet para se comunicar.

– Às vezes a gente se fala, agora um pouco menos, mas a amizade é grande. Falamos sobre tudo. A gente usa mais o WhatsApp mesmo. Agora, vamos ter a oportunidade de encontrar pessoalmente – conta Ricardo Goulart, o artilheiro da Liga dos Campeões da Ásia.

Os ex–cruzeirenses atuaram juntos por três anos no clube mineiro. Em 2015, tomaram rumos diferentes, mas parecidos: a opção de jogar em países de culturas bem distintas da brasileira e de pequeno porte no mundo do futebol.

– A vida na China é bem tranquila. Eu e minha esposa conseguimos nos adaptar rapidamente. A língua é a principal dificuldade, mas o clube nos disponibiliza um tradutor e ajuda bem – aponta Goulart.

– Os Emirados são um país islâmico, algumas mulheres usam aquela roupa (burca). Minha mulher é estrangeira, então não precisa. Aqui se encontra tudo, são poucas coisas que não tem do Brasil. Feijão não tem aqui, mas a gente faz questão de trazer – diz Éverton.

Eles saíram das Minas Gerais, mas Minas não saiu deles...