Aduriz - Bilbao x Valencia

Valencia soma quatro derrotas em cinco jogos no Espanhol. Um foi para o Bilbao de Aduriz (Foto: Ander Gillenea/AFP) 

LANCE!
24/09/2016
07:55

Confira abaixo a análise de especialistas procurados pelo LANCE! sobre os momentos enfrentados por Olympique de Marselha, Valencia e West Ham, três dos times que decepcionam em seus respectivos campeonatos. O Olympique está próximo da zona de rebaixamento na Ligue 1. O Valencia já trocou de técnico e venceu a primeira após quatro derrotas seguidas e o West Ham pode entrar em campo no domingo ocupando a última posição na Premier League.

Olympique de Marselha:
Bertrand Blais, correspondente do L'Equipe em São Paulo.

O Olympique deMarselha trocou de dono com a temporada já começada, então isso atrapalhou muito na preparação. É o time mais popular da França, a situação lembra um pouco a do futebol carioca. Tem muita paixão, mas falta organização. Agora o clube foi vendido para um americano, mas não dá mais para contratar ninguém. O elenco está fraco comparado ao que foi no passado e é para ficar no meio de tabela. O time não se recuperou desde a saída do Bielsa. A paixão da torcida faz com que você espere milagres, mas a qualidade do elenco é limitada. Acho que vai oscilar muito durante a temporada e vai ter que se superar. Vejo um ano irregular, com altos e baixos. Se conseguir a classificação para a Liga Europa já é um grande feito.

Valencia: Paco Aguilar, do Mundo Deportivo.

A chegada do milionário Peter Lim não trouxe os efeitos desejados. Desde que o magnata de Singapura assumiu o clube, em 2014, o Valencia já teve três técnicos e está se encaminhando para contratar o quarto. Não há uma sequência de trabalho que resista a tantas mudanças. Falta mais visão a médio/longo prazo. O Valencia não tem um time tão fraco a ponto de passar quatro rodadas sem pontuar. É time para complicar a vida de Real Madrid e Barcelona. Foi uma surpresa para o país vê-lo na última colocação. A equipe já demonstrou sinais de recuperação e a tendência é subir na tabela, sem chances de chegar a um torneio internacional em 2017-2018.

West Ham: Mario Marra, colunista do LANCE!

É muito difícil explicar a temporada do West Ham. É um ano de ajustes no clube, com a mudança de estádio, mais dinheiro, houve a permanência do Bilić. Tinha tudo para ter um ano melhor. O elenco é bom, foi bem formado. Entendo que talvez seja necessário o treinador renovar os compromissos e acordos com o elenco, talvez a campanha ótima do ano passado tenha sido baseada em desafios, além de ajustes táticos e técnicos. O fato é que o time deu uma estagnada, talvez a solução seja renovar a compreensão dos novos desafios. Acho que o West Ham ainda vai melhorar, talvez não a ponto de conseguir vaga em uma competição internacional. Temos que lembrar que fatalmente eles vão fazer alguns ajustes no meio da temporada e contratar mais gente. Talvez seja tarde para manter a campanha do ano passado, até porque os outros times melhoraram.