Inglaterra x Espanha - Mundial sub-17

Confronto entre gigantes europeus será realizado às 12h30 deste sábado (Foto: Montagem / LANCE!)

LANCE!
27/10/2017
13:04
Calcutá (IND)

Os europeus aguardaram, e o desejo será concretizado. Neste sábado, Inglaterra e Espanha realizam a final do Mundial sub-17, às 12h30 (de Brasília), em Calcutá, na Índia. O confronto é uma reedição da decisão da Eurocopa da categoria, vencida pelos espanhóis nos pênalti, há cinco meses, na Croácia. 

O confronto no Estádio Vivekananda Yuba Bharati Krirangan também trará um duelo à parte: entre os artilheiros Rhian Brewster, inglês e líder do quesito, com sete gols, e Abel Ruiz, espanhol que soma seis gols no torneio. Ambos estão confirmados no ataque de seus respectivos times - o primeiro, cabe destacar, foi o algoz do Brasil nas semifinais, balançando a rede três vezes.  

Com três gols até aqui, o insinuante atacante Jadon Sancho (Borussia Dortmund) é outro que vem colecionando holofotes por onde pisa. Ao lado de Brewster, são os principais trunfos para a Inglaterra se vingar da Espanha. 

Brasil x Inglaterra
Brewster, do Liverpool, é o artilheiro do Mundial (Foto: Divulgação / Fifa)

Jornalista inglês, Peter Hall falou ao LANCE! sobre a molecada inglesa, que, na categoria de cima, ou seja, no sub-20, sagrou-se campeã do mundo sobre a Venezuela, em junho. Peter também pontuou os destaques do time comandado por Steven Cooper. 

- Os preparativos da Inglaterra foram muito bons. Eles chegaram à final da Euro em maio, também contra a Espanha, e perderam. No Mundial, o melhor jogador da fase de grupos foi Sancho. Brewster intensificou suas atuações nos últimos dois jogos, marcando seis gols, depois de um início devagar e tem sido incrível - comentou Peter, completando:

- Além de termos esses dois bons finalizadores (Sancho e Brewster), o time inglês tem Phil Foden (Manchester City) no meio de campo criando muitas chances aos homens da frente. Pep Guardiola o ama. A equipe de Cooper em si é muito talentosa - finalizou o cronista britânico. 

Já do outro lado, a Espanha tem como principal arma o centroavante Abel Ruiz, do Barcelona. Antes de desembarcar em La Masia, Ruiz brilhou na base do Valencia. Editor do jornal catalão "Mundo Deportivo", Javier Gascón chamou a atenção para o amadurecimento precoce do jovem, de 1,82m de altura e capitão da Fúria.

- Ruiz sempre esteve uma passo à frente de companheiros de sua idade. Chegou do Valencia ainda no infantil. É um goleador de classe, de bom porte físico e de inteligentes movimentos. Tem potencial para ser bem trabalhado na equipe de cima do Barcelona e, futuramente, quem sabe, se tornar o 9 da seleção principal - opinou Gascón, em sua coluna no diário da Catalunha.

Inglaterra está invicta, com 100% até aqui; a Espanha perdeu para o Brasil na estreia

Em maio, como citado, a Espanha bateu a Inglaterra nos pênaltis após um eletrizante 2 a 2 no tempo regulamentar. Morey e Nacho Díaz fizeram para o lado campeão, enquanto Foden e Odeio anotaram para o lado derrotado. Agora vale o mundo.

BRASIL DISPUTA A MEDALHA DE BRONZE

Derrotado para a Inglaterra nas semi, o Brasil terá a missão de derrotar Mali neste sábado, a partir de 9h30 (de Brasília), para sair com uma acalentável medalha de bronze, na disputa pelo terceiro lugar. O jogo também será realizado em Calcutá, uma espécie de preliminar à decisão do torneio. 

Brasil x Espanha - sub-17
Brasil vai em busca do bronze neste sábado (Foto: Divulgação / CBF)

A equipe comandada por Carlos Amadeu vinha de cinco vitórias em cinco jogos, batendo, inclusive, a finalista Espanha na estreia, mas perdeu para os competitivos ingleses. O técnico, aliás, se disse triste pelo revés, mas elogiou a doação de seus comandados. 

- Estou triste pela não classificação para a final, mas ao mesmo tempo muito contente pela luta, empenho, dedicação e o bom futebol apresentado por essa molecada - comentou Amadeu, logo após o revés de 3 a 1. 

Os africanos de Mali, próximos adversários da Seleção Brasileira, ficaram pelo caminho após sofrerem uma derrota também por 3 a 1, só que diante dos espanhóis.