O fim de semana consagrou o Benfica como campeão português. O zagueiro e capitão Luisão ergue a taça

Sporting quer a retirada dos quatro últimos títulos nacionais do Benfica (Foto: JOSE MANUEL RIBEIRO / AFP)

LANCE!
15/06/2017
11:37
Lisboa (POR)

Os bastidores do futebol português foram atingidos por uma bomba. Recentemente, o Porto denunciou um esquema de corrupção na arbitragem para beneficiar o Benfica, divulgando eventuais e-mails trocados entre um dirigente do clube e o antigo árbitro Adão Mendes. Até um cartola da Liga estaria envolvendo no esquema.

No polêmico caso, o Dragão passa a ter voz com Francisco Marques, diretor de comunicação portista. O dirigente afirma ter recebido cópias das trocas de mensagens que ilustram a "clandestinidade na arbitragem portuguesa". 

- O primeiro-ministro (termo relacionado a Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica) é um grande homem e um grande líder, tem um grande amor ao glorioso. Hoje, o Benfica manda mesmo e os outros não mexem nada. Dizem os sábios dos painéis que o Porto já não manda. Hoje, quem nos prejudicar, sabe que é punido. Isto foi conquistado pelo primeiro-ministro. Quanto às missas, temos bons padres para todos. Agora, apague tudo - teria escrito Adão Mendes a Pedro Guerra, líder da TV do Benfica.

Também de acordo com o dirigente do Porto, Adão Mendes teria enviando uma lista de mais sete árbitros em que o Benfica poderia confiar. No programa "Universo Porto", Francisco Marques salienta que "eram árbitros que estavam a serviço do Benfica", além de cobrar uma resposta contundente de representantes do futebol local. 

Posteriormente, o mesmo diretor de comunicação do Dragão revelou troca de e-mails entre um cartola da Liga Portuguesa e um assessor do Benfica, classificando a situação como "muito grave".

SPORTING ALIA-SE AO PORTO

Principal rival do Benfica, o Sporting quer ver o Benfica punido com descida de divisão, multa e retirada dos últimos quatro títulos ganhos pelo rival vermelho por alegados "resultados corrompidos e adulterados". Esta foi a reação do diretor de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva.

- Não sei a veracidade dos e-mails, mas há vários indícios que apontam para a veracidade dos mesmos pela forma como Pedro Guerra não desmentiu, nem estranhou o conteúdo e linguagem nas mensagens. Depois a amnésia seletiva. O Benfica não nega os e-mails, prefere falar de um crime informático - comentou Saraiva, completando com uma cobrança de "investigação séria".

APAF PEDE RESPOSTA RÁPIDA

O caso segue repercutindo nesta quinta-feira. Segundo informações da imprensa lusitana, a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) pretende rápida e esclarecedora investigação quanto às recentes denúncias.

- A APAF apenas quer a verdade, tal como a Federação Portuguesa de Futebol, que no dia seguinte ao conhecimento das suspeitas abriu processo de inquérito, estando o mesmo a decorrer. O que nós pedimos é que os passos seguintes, quer na Comissão de Instrutores, no Ministério Publico ou nos tribunais, sejam rápidos - disse Luciano Gonçalves, presidente da APAF, em declarações reproduzidas pela "Antena 1".