Neymar e Unai Emery

Emery e Neymar: brasileiro soma 24 gols em 23 partidas pelo PSG (Foto: AFP) 

LANCE!
23/01/2018
11:43
Paris (FRA)

Neymar deve ser, mais uma vez, ausência no Paris Saint-Germain. Depois de ficar de contra o Lyon no último fim de semana, jogo válido pelo Campeonato Francês e que encerrou com vitória dos rivais (2 a 1), o camisa 10 "não se sentiu muito bem no final do treinamento", segundo disse o técnico Unai Emery. 

- Vamos esperar à tarde para ver se Neymar vai estar presente (no treino). Se jogar, todos estarão do lado dele - comentou Emery, que também respondeu acerca de uma melhor aceitação (ou não) caso Neymar jogue neste dia 24. 

- Os fãs do PSG adoram todos os jogadores do clube. Eles são inteligentes. Tenho certeza que os parisienses estão felizes por Neymar estar aqui, e amanhã, se ele estiver em campo, estarão com ele. Quando Neymar, está em campo, está feliz, e sempre faz de tudo para os fãs - completou. 

Emery também falou sobre o contratempo envolvendo a joia Mbappé, que teve fissura cervical confirmada e será desfalque da equipe por cerca de dois meses. A informação ainda não é oficial, mas Emery afirmou que o francês está bem. 

- Ele (Mbappé) diz que está bem e quer jogar - falou o comandante espanhol.

E LUCAS MOURAS?

Emery também foi abordado sobre a situação de Lucas Moura, que está na iminência de ser emprestado (ou até negociado) ainda nesta janela - que expira no fim de janeiro. Até aqui, o brasileiro soma apenas seis jogos em 2017/18.

- Eu disse a Lucas o que eu pensava dele com todo o devido respeito por ele. Ele já não tem a oportunidade de ter tempo de jogo em Paris e ele terá mais tempo de jogo em outros lugares.

- Eu já disse o que penso da situação do Lucas, e tenho todo o respeito por ele. Lucas terá mais tempo de jogo em outros lugares - falou, brevemente.

Lucas - PSG x Bastia
Lucas: vai nascer um novo time no currículo? (Foto: Divulgação/PSG)

Já do outro lado, Lucas voltou a manifestar a sua insatisfação com o escanteamento no clube da capital, onde está desde a temporada 2012/13. O camisa 7 falou em entrevista ao jornal "L'Equipe".

- O choque é brutal. Estou aborrecido de não jogar, de não poder me expressar como fiz. Desde que estou em Paris, eu tinha uma média de 50 jogos por temporada, nem sempre titular, mas eu poderia dar minha contribuição ao entrar no jogo. Este ano, tudo mudou. Não estou feliz - disse.

E A EXPULSÃO DE DANIEL ALVES?

Daniel Alves foi outro brasileiro que gerou respostas de Unai. O lateral-direito teve o erro durante o confronto diante do Lyon, onde foi expulso quando estava empatado, reconhecido pelo treinador. 

- É preciso equilíbrio de todos. Saber trabalhar essa personalidade com o árbitro, gerir bem. Um árbitro pode dar amarelo e outro gerir o momento. Eu prefiro os árbitros que sabem gerir um momento difícil na partida. Não estou falando que o árbitro errou. Porque eu acredito que aconteceu um erro do jogador, como eu disse para ele. Mas prefiro os árbitros que gerenciem os momentos difíceis na partida - opinou Emery.

O PSG de Emery e Guingamp serão adversários nesta quarta-feira, às 15h30 (de Brasília), no Parque dos Príncipes, pela fase 16 avos de final da Copa da França.