Robert Fernandez

Robert Fernández (ao centro) também fez um balanço "muito positivo" das transferências do Barcelona nesta janela (Foto: AFP PHOTO / FABRICE COFFRINI)

RADAR/LANCE!
01/09/2016
11:48
Barcelona (ESP)

Entre as seis contratações do Barcelona para a temporada 2016/17, nenhuma veio do Brasil, apesar das constantes viagens do diretor esportivo Robert Fernández por aqui. 

Nesta quinta-feira, um dia após o fim do mercado de transferências de verão, Fernández explicou a ausência de contratações de brasileiros, o que não é comum, principalmente se formos comparar com as janelas anteriores.

- Vi muitos jogadores. Tive a sorte de presenciar muitas partidas e de ver muitos jogadores. Há um grande nível, mas ao sinal sempre tem que se decidir pelo melhor, o que realmente necessita. Não podemos contratar todos os jogadores que há, temos que priorizar. Também devo recordar que é muito difícil melhorar a equipe atual - disse o dirigente, em entrevista coletiva, ao lado de Albert Soler, diretor de esportes profissionais. 

Ao todo, o Barcelona gastou 122,7 milhões de euros (R$ 443,1 milhões), que foram desembolsados para contratar o goleiro Jasper Cillessen, o zagueiro Samuel Umtiti, o lateral-esquerdo Lucas Digné, os meio-campistas André Gomes e Denis Suárez e o atacante Paco Alcácer. 

Em relação às baixas, os catalães viram 13 jogadores partirem (sendo cinco por empréstimo). Entre as saídas, três brasileiros, todos laterais: Daniel Alves, Adriano e Douglas. Com isso, o clube agora conta com dois brasileiros somente: Neymar e Rafinha.