LANCE!
24/01/2016
15:57
Londres (ING)

Diego Costa voltou a ser decisivo para o Chelsea. Ele marcou o único gol dos Blues na vitória sobre o Arsenal por 1 a 0, no Emirates, no clássico da 23ª rodada do Campeonato Inglês. De quebra, impediu que os Gunners voltassem a liderança da Premier League, que hoje pertence ao Leicester.  

Com o resultado, o Arsenal cai para terceiro, com 44 pontos, três a menos que o Leicester. O Chelsea segue na parte inferior da tabela, agora com 28, na 13ª colocação.

Na próxima rodada, os Gunners recebem o Southampton, no Emirates, enquanto os Blues visitam o Watford.

Dois dos principais nomes de Arsenal e Chelsea começaram a partida no banco. Arsène Wenger optou por deixar Alexis Sánches como opção, uma vez que o chileno que retornava de lesão. Por outro lado, Guus Hiddink não colocou como titular o meia Hazard, lançando Mikel na proteção à zaga e adiantando o espanhol Cesc Fàbregas.

Em campo, as duas equipes estavam bem postadas e o jogo era bastante disputado. Oscar de um lado, e Flamini, do outro, tiveram chances de abrir o placar. Mas um lance ainda aos 17 minutos mudou a partida. Willian lançou Diego Costa, que foi derrubado por Mertesacker. O juiz deu o vermelho para o zagueiro alemão, uma vez que o atacante entraria cara a cara com Cech.

Para se recompor, Wenger colocou o brasileiro Gabriel Paulista em campo, sacrificando o artilheiro Giroud. Um minuto após a substituição, o Chelsea chegou ao gol. Matic cruzou, Diego Costa furou, mas a bola sobrou para Ivanovic. O lateral novamente acionou o hispano-brasileiro, que desta vez não perdoou.

Com um a menos e na desvantagem no placar, o Arsenal não se limitou a defender. Por outro lado, o Chelsea explorava bem os contra-ataques. Walcott pelos Gunners e Ivanovic, pelo Chelsea, chegaram perto de marcar.

Na segunda etapa, Wenger lançou Sánchez no lugar de Campbell. O chileno não foi brilhante, mas deixou os defensores do Chelsea, ao menos, mais preocupados. Matic e Mikel levaram amarelo em falta no atacante.  

Se fez o gol da vitória, Diego Costa brigou, discutiu, foi vaiado pela torcida do Arsenal, principalmente pelo duelo da Supercopa da Inglaterra, quando provocou a expulsão do zagueiro Gabriel Paulista. O atacante ainda teve tempo de sentir uma lesão na coxa e ser substituído por Rémy. Hazard também foi a campo,  na vaga de Oscar.

O Arsenal seguiu tentando o empate e rondou a área do Chelsea, levando perigo em algumas oportunidades. No contra-ataque, os Blues tiveram a faca e o queijo na mão para matar o jogo, mas foram imprecisos nos arremates e no último passe. O apito final foi um alívio para os visitantes e foi lamentado pelos Gunners, que perdem a chance de voltar à liderança.