Campeonato Espanhol - Real Madrid x Atlético de Madrid

Griezmann celebra gol diante do Real, no clássico de Madrid (Foto: AFP / PIERRE-PHILIPPE MARCOU)

LANCE!
27/02/2016
15:23
Madrid (ESP)

No clássico de Madrid, um resultado histórico. Com um gol de Griezmann no início do segundo tempo, o Atlético bateu o Real e conseguiu a terceira vitória consecutiva sobre o rival no Santiago Bernabéu, algo que não acontecia desde o fim da década de 40. Com dois tempos diferentes, a equipe merengue perdeu pela primeira vez desde que Zidane assumiu o comando da equipe.

Com o resultado, o Atlético de Madrid chegou aos 58 pontos, ficando cinco pontos atrás do líder Barcelona. Já o Real, soma, agora, 54 pontos e vê a chance de título diminuir ainda mais. Na próxima rodada, o time de Cristiano Ronaldo pega o Levante, fora de casa, enquanto os comandados de Simeone encara o Real Sociedad.

Com o apoio da torcida, o Real Madrid começou bem o primeiro tempo. A atuação do time já dava indícios do estilo de jogo adotado pelo técnico Zidane. Com boas trocas de passe, o Real praticamente tomou conta do meio de campo, dando pouco espaço para o Atlético. A principal ala de saída era pela esquerda, que contou com o brasileiro Danilo. As oportunidades foram aparecendo, mas o goleiro Oblak conseguia evitar que os donos da casa balançassem a rede.

Aos poucos, os visitantes foram melhorando e, já no fim do primeiro tempo, conseguiram fazer pressão. A chance mais clara, talvez, tenha saído dos pés de Griezmann, que arriscou da entrada da área e lamentou quando Navas voou para fazer a defesa.

O segundo tempo, porém, se desenhou completamente diferente. A grande arma do Real na etapa inicial, a troca de passes, passou a não ser tão efetiva diante da marcação adversária. Os comandados de Zidane passaram a errar demais e, em contrapartida, o Atlético foi ganhando terreno e evitando as investidas. James, com a missão de dar movimentação ao Real, não esteve em um bom dia e cometeu alguns equívocos.

Os estilos de jogo distintos passaram a ficar mais claros. O Atlético de Madrid apostava em uma obediência tática coletiva, principalmente na marcação. Já o Real, diante da dificuldade, se mostrava depende de uma jogava individual de alguma de suas estrelas, como Cristiano Ronaldo, que se mostrou apagado. No mesmo compasso, o Real errava demais no setor defensivo, tanto na marcação quanto na saída de bola.

Somando-se isso tudo, o Atlético conseguiu abrir o placar. Após tabela com o brasileiro Filipe Luis, Griezmann, sem marcação na área, bateu no canto direito de Navas, ainda no começo do segundo tempo.

Após o gol, os comandados de Zidane permaneceram com mais posse de bola, mas, com o passar do tempo, a ansiedade pelo empate era evidente. A solução, então, foram algumas bolas alçadas na área, mas sem sucesso. Apesar de uma maior facilidade de entrar na defesa adversária, o Real esbarrava em finalizações tortas e cabeceios fracos.

Próximo ao fim do jogo, alguns torcedores deixavam o Santiago Bernabéu. Em campo, os jogadores não queriam desistir e lutavam até o fim. E nesta batalha, por pouco o brasileiro Danilo não conseguiu deixar tudo igual, mas a bola foi para fora após chute cruzado.