Torres atua no futebol da Jordânia (Foto: Divulgação / Al Wehdat )

Torres atua no futebol da Jordânia (Foto: Divulgação / Al Wehdat )

RADAR/LANCE!
26/10/2016
19:58
Jordânia 

Francisco Wagsley Rodrigues de Souza Filho é mais conhecido como Torres, tem 27 anos e é natural de Baturité-CE. Tornou-se jogador profissional nas categorias de base do São Luiz de Ijuí, do Rio Grande do Sul, mas hoje atua no Al Wehdat, atual tricampeão da Jordânia. O brasileiro destaque do futebol local afirma que adora o país e garante que é um lugar seguro, no qual as pessoas convivem numa boa.

-É bem diferente do Brasil, mas te garanto: é um lugar tranquilo e seguro. Estou convivendo com pessoas de origens e culturas muito diferentes daquelas que eu conhecia, está sendo uma experiência maravilhosa – destacou o atacante.

Após atuar no Rio Grande do Sul, o atleta se transferiu para o futebol da Finlândia, onde atuou por Kuusankoski, MyPa, Pepo e Mikkelin. Chegou a retornar ao Brasil em 2013, onde atuou pelo Horizonte do Ceará, mas no ano seguinte já estava de volta à gelada terra do Papai Noel.

- Gostei bastante do país, apesar do frio. O clima é complicado, mas na minha vida sempre penso que toda dificuldade nos fortalece e nos ensina algo. Hoje em dia até sinto um pouco de falta.

Torres ainda atuou na Romênia (FC Ceahlaul) e na Suécia (GAIS) até acertar com o Al Wehdat no começo deste ano. O clube jordaniano está localizado dentro da segunda maior área de refugiados palestinos de todo o país, possuindo uma população de mais de 50 mil pessoas.

- Aqui tem gente de origem palestina, de origem jordaniana e todo mundo é respeitado. Estamos na Jordânia, mas a fundadora do clube, se não me engano, era palestina. Aqui a convivência é na paz – afirmou.

Dentro de campo esta convivência está dando resultados, pois o Al Wehdat é o atual tricampeão do país e já tem vaga garantida na primeira fase eliminatória da Liga dos Campeões da Ásia de 2017. Torres, inclusive, foi eleito o melhor jogador e vice-artilheiro da liga local tendo atuado apenas durante o segundo turno.