Kevin Jones - ex-integrante do Jonas Brothers

Kevin Jonas confirmou existência de show do ex-Beatle. Empresário da Full Play teria oferecido US$ 10 mil em ingressos para Napout, com quantia que seria de propina de direitos da Copa América e a Libertadores de 2009 a 2015 (Reprodução/Instagram

RADAR / LANCE!
07/12/2017
15:02
Nova York (EUA)

O julgamento de José Maria Marin teve um desdobramento inusitado nesta quinta-feira. Segundo informação divulgada pelo portal UOL, o cantor Kevin Jonas deu depoimento à Suprema Corte do Brooklyn sobre um show de Paul McCartney que ocorreu em 2010 em Buenos Aires (ARG).

A apresentação de Paul McCartney passou a fazer parte do processo após o depoimento do empresário Santiago Peña, da empresa Full Play, que trabalhava para o empresário argentino Mariano Jinkings. Peña afirmou que ofereceu a Juan Ángel Napout, um dos réus e ex-presidente da Conmebol, US$ 10 mil em ingressos para o show do cantor britânico na capital argentina. 

Esta quantia teria feito parte de pagamento de propina da FullPlay por liberação de direitos de negociação de TV e broadcast da Copa Libertadores e da Copa América de 2009 a 2015. 

Kevin Jonas, que fazia parte do grupo Jonas Brothers, depôs para comprovar a existência do show do ex-Beatle e a dimensão de sua apresentação:

- Chegamos atrasados e perdemos as duas primeiras músicas do show. O trânsito era intenso, e havia 85 mil pessoas no estádio.

O conjunto Jonas Brothers se apresentou na mesma época no Concert Tour World, que tinha como maior atração Paul McCartney:

- Ver Paul McCartney é sempre especial, e aquele show foi inesquecível.