Daniel Alves

Daniel Alves está em sua primeira temporada na Juventus (Foto: Divulgação / Juventus)

LANCE!
30/03/2017
11:09
Turim (ITA)

De volta a Turim mais cedo por conta de suspensão na Seleção Brasileira, Daniel Alves proferiu curiosas palavras em entrevista à "Fifpro". Na conversa, o lateral-direito da Juventus afirmou que o "futebol deixou de ser uma competição humana, de que as pessoas cuidavam dos jogadores".

- As pessoas que trabalham no futebol, no geral, não cuidam tanto do jogo em si tanto quanto cuidam do dinheiro que elas podem ganhar com ele. Acho que o futebol deixou de ser uma competição humana, de que as pessoas cuidavam dos jogadores. Passou a ser um negócio. Ser dirigido como uma empresa em que invisto e quero a minha recompensa. Como vou conseguir? O jogador vai se sacrificar e eu vou ter meu benefício - disse o defensor. 

Aos 33 anos, Daniel Alves tem um vasto currículo, com clubes europeus de peso - Sevilla, Barcelona, onde mais se destacou, e, agora, Juventus. No Brasil, vestiu a camisa do Bahia. Ao site, Daniel pediu mais "cuidado" com o futebol. 

- Para chegar a um nível A no futebol, tem que passar pelos outros níveis. Se não tem uma condição, é mais difícil chegar no nível A. Acredito que deveriam globalizar um pouco esse aspecto, o cuidado com o futebol - prosseguiu.

- Posso falar porque já passei pela situação de trabalhar e não ter a remuneração mensal, pelo fato de que há dificuldade de o clube de não poder remunerar. Mas o trabalhador tem que receber, porque outras pessoas dependem dele. Falo até de amigos do nível A no futebol e alguns não são remunerados, são remunerados com atraso... - concluiu.