Alex Sabino -
18/10/2016
22:21
São Paulo (SP)

Cristiano Ronaldo passou em branco na goleada por 5 a 1 do Real Madrid sobre o Legia Varsóvia, da Polônia, nesta terça, pela Liga dos Campeões da Europa. Mas ele já havia protagonizado um grande momento antes de a  bola rolar.

O atacante português convidou o ex-lateral holandês Fernando Ricksen, de 40 anos, para assistir à partida em um dos camarotes do Santiago Bernabéu. 

Como contou o site do LANCE! em matéria publicada na última segunda-feira, publicada na terça no diário, Ricksen sofre de esclerose lateral amiotrófica, uma doença degenerativa, letal e incurável que afeta os músculos (leia a matéria completa aqui). 

O português encontrou o antigo rival do torneio europeu no começo do ano, na premiação da Bola de Ouro da Fifa, e fez o convite. 

Ricksen foi ao Bernabéu com a mulher Veronika e a filha Isabella. Depois da partida, ganhou a camisa usada por Ronaldo na goleada. 

O ex-lateral criou uma fundação para levantar dinheiro e ajudar a melhorar a qualidade de vida de quem tem esclerose lateral amiotrófica. Seu biógrafo e amigo, Vincente de Vries, e o diretor de cinema Ronald Top produziram "The Final Battle" (A Batalha Final), que mostra o dia a dia de Ricksen com a doença. Por meio do sistema crowdfunding, eles tentam conseguir 20 mil euros (cerca de R$ 70 mil) para lançar o filme.

Para conhecer e contribuir com a Fundação Fernando Ricksen, clique aqui.

Para contribuir com o projeto do documentário "The Final Battle", clique aqui