LANCE!
04/11/2016
12:18
Zurique (SUI)

A Fifa anunciou nesta sexta-feira a lista dos 23 indicados ao prêmio de melhor jogador de 2016, que será entregue ao ganhador no dia 9 de janeiro do ano que vem. O único brasileiro que concorre ao troféu é Neymar, além de nomes fortes como Cristiano Ronaldo, Messi, Suárez, Bale e Griezmann.

A premiação, agora, não é mais realizada em parceria com a Bola de Ouro da revista "France Football'. Por isso, recebeu o nome de "The Best". Uma outra mudança é que torcedores também poderão escolher o melhor da temporada, junto com técnicos e capitães das seleções e jornalistas.

O clube com mais representantes é o Real Madrid, que colocou cinco jogadores: Bale, Cristiano Ronaldo, Kroos, Modric e Sergio Ramos. O Leicester, campeão inglês na última temporada pela primeira vez em sua história, emplacou três: Vardy, Mahrez e Kanté (que foi vendido ao Chelsea).

O prêmio de 'Jogador do Ano' foi criado em 1991 pela Fifa. Mas entre 2010 e 2015, a entidade fez uma parceria com a conceituada revista "France Football" para entregar o 'Bola de Ouro da Fifa', unificando os dois troféus individuais mais importantes do planeta.

Messi - Prêmio Bola de Ouro - (Foto: Olivier Morin/AFP)
Messi foi o 'Bola de Ouro' de 2015 (Foto: Olivier Morin/AFP)

No entanto, em 2016, a revista voltou a organizar a sua premiação e divulgou os 30 melhores jogadores da temporada com base nos votos de jornalistas selecionados pela "France Football".

Desta forma, a Fifa remodelou o seu troféu e deu um novo nome, além de alterar a forma de eleição. Agora, o público também terá papel importante e participação na votação do melhor jogador e técnico no futebol masculino e feminino. Os torcedores representarão 50% dos votos junto com 200 jornalistas escolhidos pela entidade. Os outros 50% estarão divididos entre técnicos e atletas. Foi lançado, ainda, o 'Fan Award', um troféu voltado para as torcidas, que também será decidido pelo público.

OS INDICADOS A MELHOR DO MUNDO DE 2016

Bale, Cristiano Ronaldo, Kroos, Modric e Sergio Ramos (Real Madrid); Iniesta, Messi, Suárez e Neymar (Barcelona); Mahrez e Vardy (Leicester City); Neuer e Lewandowski (Bayern de Munique); Agüero e De Bruyne (Manchester City); Ibrahimovic e Pogba (Manchester United); Özil e Sánchez (Arsenal); Griezmann (Atlético de Madrid); Kanté (Chelsea); Buffon (Juventus); e Payet (West Ham).