LANCE!
29/10/2016
16:23
Madri (ESP)

O Atlético de Madrid precisou suar muito para bater o Málaga, neste sábado, por 4 a 2. Apesar do placar um pouco dilatado, a equipe da capital espanhola teve muito trabalho, principalmente após a expulsão de Savic, no início do segundo tempo. Carrasco e Gameiro, duas vezes cada, fizeram os gols do Colchonero. Sandro Ramírez e Camacho descontaram.

Com o resultado, o Atlético chega a 21 pontos e assume a segunda colocação do Campeonato Espanhol, três a menos do que o Real Madrid e empatado com o Sevilla. Mas ainda pode perder os posto para o Barcelona, que tem 19, e joga ainda neste sábado com o Granada. Já o Málaga está no meio da tabela, com 12 pontos, na 11ª posição.

Com a torcida lotando o Vicente Calderón, o Atlético de Madrid foi para cima do Málaga. Com bom toque de bola, o Colchonero foi envolvendo o rival e chegou logo ao primeiro gol. Carrasco, que vem se tornando um dos principais jogadores do time, recebeu de Griezmann e fuzilou de canhota, sem chances para o goleiro.

Não demorou muito para o Atlético ampliar. E foi uma lambança da zaga do Málaga. Em cruzamento da direita, a zaga cortou muito mal e deixou na boa para Gameiro empurrar para o gol. Os visitantes não estavam mortos e diminuíram com Sandro Ramírez, ex-Barcelona. O jovem atacante bateu falta pela lateral direto, encobrindo o goleiro Oblak.

No entanto, a dupla de ataque do Atlético seguia inspirada. Se não marcou, Griezmann atacou novamente de garçom e, em toque de cabeça, deixou Gameiro na boa para fazer o terceiro.

O panorama do início do segundo tempo parecia o mesmo. o Atlético perdendo chances, como em uma grande oportunidade desperdiçada por Gameiro. A vantagem era grande, principalmente por jogar no Vicente Calderón. Mas o Colchonero perdeu o zagueiro Savic, que levou o segundo amarelo e foi expulso.

Para recompor o setor defensivo, Simeone tirou Griezmann e lançou Hernández. O Málaga, contudo, diminuiu o placar logo em seguida com Camacho, aproveitando cobrança de escanteio. Vendo o rival crescer na partida, o treinador tirou Gameiro e colocou o volante Tiago, fechando-se todo na defesa.

Simeone - Atletico de Madrid x Malaga
Simeone orienta os jogadores do Atlético (Foto: Curto de la Torre / AFP)

Com apenas Correa no ataque, o Atlético estava fechadinho. E ainda assim assustou com Carrasco, que cobrou falta no travessão. O Málaga não aproveitou a superioridade numérica, apesar de controlar a posse de bola. Com muitos jogadores no campo de defesa, o Colchonero conseguiu segurar os avanços do rival. E ainda achou espaço para encaixar um contra-ataque para fechar o marcador, novamente com Carrasco, em jogada individual.