Fernando Torres - Atletico de Madrid

Torres e Griezmann marcaram os gols da vitória (Foto: Javier Soriano / AFP)

LANCE!
14/05/2016
16:20
Madri (ESP)

Com boa atuação da dupla Fernando Torres e Griezmann, o Atlético de Madrid venceu o Celta de Vigo, por 2 a 0, e fechou com triunfo sua participação no Campeonato Espanhol. Com apenas 18 gols sofridos, o Colchonero garantiu a melhor defesa da história do torneio.

Com o resultado, o Atlético termina com 88 pontos, três a menos que o campeão Barcelona e a dois do vice Real Madrid. O Celta de Vigo, por sua vez, encerra sua participação em sexto, garantindo um lugar na Liga Europa.

O Atlético de Madrid entrou em campo com o pensamento na final da Liga dos Campeões. Apesar do foco estar na decisão da competição europeia, o técnico Diego Simeone entrou com o time titular. Na primeira etapa, contudo, a equipe não achou tantos espaços e foi para o intervalo com o empate sem gols.

Na etapa final, no entanto, o panorama foi outro. A equipe voltou mais incisiva e não demorou para definir o jogo. Em cobrança de escanteio, a zaga desviou e Fernando Torres acertou um bonito chute.

Filipe Luis - Atlético de Madrid
Filipe Luís foi bem novamente (Foto: Javier Soriano / AFP)

O El Niño participou efetivamente do segundo gol. Após cruzamento, ele pegou de voleio, mas a bola caprichosamente foi no travessão. No rebote, Griezmann marcou.

Depois dos dois gols, a partida ficou nervosa. Os jogadores passaram a se provocar e o árbitro distribuiu cartões amarelos para todos os lados.

ATHLETIC BATE O SEVILLA

Em outro jogo da rodada, o Athletic Bilbao venceu os reservas do Sevilla, no San Mamés, por 3 a 1, garantindo a quinta colocação do Campeonato Espanhol. De quebra, assegura um lugar na fase de grupos da Liga Europa. Já os andaluzes ficam em sétimo, classificado para a etapa preliminar do torneio por estar na final da Copa do Rei diante do Barcelona.

Aduriz foi o grande nome da partida. Ele marcou dois gols no primeiro tempo, dando a vantagem para os bascos. A situação ficou ainda mais complicada para o Sevilla quando Coke foi expulso. Apesar de estar com um a menos, os andaluzes diminuíram com Juan Muñoz.

Logo depois, Kolodziejczak também foi expulso, deixando o Sevilla com dois a menos. Com a vantagem numérica, o Athletic chegou ao terceiro, com Raúl García.