Manchester City x Stoke City

Em jogo 'morno' Manchester City conseguiu fazer um bom resultado diante da torcida (Foto: AFP)

LANCE!
23/04/2016
10:38

Em casa, o Manchester City goleou o Stoke City por 4 a 0 e ultrapassou o Arsenal na briga pela vaga diretamente na fase de grupos da Liga dos Campeões. Com a vitória, a equipe do técnico Manuel Pellegrini chegou aos 64 pontos, enquanto o Arsenal, que joga neste domingo, tem 63. O triunfo do City veio com gols do brasileiro Fernando, Aguero e com o jovem Iheanacho, que marcou duas vezes. Ele, inclusive, foi eleito pelo torcedores o melhor jogador da partida.

Na próxima rodada, o City encara Southampton, fora de casa, enquanto o Stoke City pega o Sunderland, que busca sair da zona de rebaixamento. Ressaltando, porém, que durante a semana a equipe de Manchester terá o confronto com o Real Madrid (ESP), pela Liga dos Campeões.

A primeira etapa da partida foi morna, contrariando o que se imaginava. O City conseguia chegar com facilidade à intermediária adversária, mas mostrava dificuldade nas conclusões das jogadas. O Stoke, porém, arriscava alguns chutes de longa distância e chegava a levar mais perigo. Depois de algumas tentativas frustadas, os torcedores presentes puderam comemorar. Após bola levantada na área, o brasileiro Fernadinho se antecipou à zaga e conseguiu desviar, abrindo o placar.

O gol não mudou muito o panorama da partida. Porém, já próximo ao fim do primeiro tempo, Iheanacho tabelo com Toure e foi puxado na área. O árbitro marcou pênalti e Aguero não desperdiçou.

No retorno para o segundo tempo, o City conseguiu manter a posse de bola e trocar passes, enquanto o Stoke não demonstrava muito poder de reação. Em uma dessas trocas de passes, Iheanacho recebeu completamente sozinho na área, tendo o trabalho de apenas bater e celebrar o terceiro da equipe. A partir daí, Pellegrini passou a focar no Real Madrid e começou a mexer na equipe, dando indícios de quem pode ser titular na Liga dos Campeões. Ele tirou Aguero e Fernando, para as entradas de Wilfried e Demichelis, respectivamente.

Iheanacho, que por muitos é considerado o futuro do ataque do City, ainda conseguiu fazer mais um. Ele recebeu passe em velocidade, avançou, driblou o goleiro e bateu com o gol vazio.

Na reta final, uma preocupação: Yaya Touré sentiu e as três substituições já haviam sido realizadas. No sacrifício, ele ficou em campo até o final.