LANCE!
30/04/2016
12:32
Munique (ALE)

O palco estava armado, a torcida compareceu em peso, a cerveja estava servida. Uma vitória deixaria a cidade de Munique em êxtase. Mas esqueceram de avisar ao Borussia Mönchengladbach, que levou à Allianz Arena um caminhão de água e estragou o chope do Bayern de Munique. Após sair na frente com Müller, o time de Pep Guardiola, com muitos reservas em campo, levou o empate de Hahn, na segunda etapa, e o jogo terminou em 1 a 1. Desta forma, a chance de conquistar o inédito tetracampeonato da Bundesliga foi adiado, uma vez que o Borussia Dortmund goleou o Wolfsburg por 5 a 1.

Com o resultado, o Bayern chegou a 82 pontos, contra 77 do Dortmund, faltando apenas duas rodadas para o fim da Bundesliga. O Gladbach, por sua vez, assume o quarto lugar com o empate, entrando no grupo que se classificaria para a Liga dos Campeões. 

Na próxima rodada, o Bayern pode conquistar o título diante do Ingolstadt, fora de casa. O Borussia Dortmund vai a Frankfurt encarar o Eintracht.

Era a primeira das três chances que o Bayern tinha para conquistar o título da Bundesliga. Com sete pontos sobre o Borussia Dortmund, a equipe tinha certa tranquilidade para levantar o caneco. E na próxima terça-feira, a equipe bávara terá uma verdadeira decisão na Allianz Arena: vai encarar o Atlético de Madrid, no jogo de volta das semifinais da Liga dos Campeões. Na ida, derrota por 1 a 0 no Vicente Calderón. Em tese, o duelo pela competição europeia é o mais importante.

Mas neste sábado, a partida também valia. E muito. Apesar disso, Guardiola entrou em campo com diversos reservas, pensando no Colchonero. Dos titulares que vêm atuando nas últimas partidas, apenas Neuer e Müller começaram desde o início. Boateng voltou após longo período fora por lesão muscular e comandou a defesa do Bayern, com Tasci e Benatia. Nas laterais, Rafinha e Bernat. Pep pôde poupar também no meio de campo. Rode e Kimmich foram titulares, com Götze e Coman mais à frente.

O Bayern, a princípio, parecia nem sentir a falta do entrosamento dos tradicionais titulares. Em cinco minutos, abriu o placar. Em cobrança de escanteio, Müller desviou, Tasci apareceu no caminho e tentou desviar com a ponta da chuteira. O goleiro Sommer tentou espalmar, em vão. Era o primeiro dos bávaros, creditado para o atacante, o último a tocar na bola.

Neste momento, somente a vitória dava o título antecipado ao Bayern. Com dez minutos, o Borussia Dortmund já vencia por 2 a 0, com gols de Kagawa e Adrián Ramos. Nada que abalasse naquele momento a já animada torcida bávara, que se esbaldava na Allianz Arena com goles e mais goles de Paulaner e entoava a Aquarela do Brasil, com sotaque da Baviera.

A lotada arena veria também uma excelente defesa do goleiro Neuer, em cabeçada de Hahn. E tudo parecia festa. Quando Benatia driblou dois defensores, a torcida foi ao delírio.

Na segunda etapa, o Bayern manteve a posse de bola, como de costume, mas continuou não criando tantas chances. Os jogadores cadenciavam o jogo, mas já levavam alguns sustos do Borussia Mönchengladbach. Os titulares foram entrando aos poucos, até pelo fato de o time visitante começar a rondar com um pouco mais de frequência a área bávara. Thiago Alcântara e Alaba foram a campo. Um exemplo foi a escapada de Herrmann pela direita, que cruzou na medida para Hahn. Mas o atacante entrou de carrinho e errou a bola, de cara para Neuer.

Para o Gladbach, o jogo também era importante, pois o time briga por vaga na Liga dos Campeões. Perder por um, perder por cinco, teria o mesmo efeito para os visitantes. De tanto pressionar o Bayern, a equipe chegou ao empate aos 27. Stindl deu lindo passe e Hahn, o mais perigoso, acertou chute forte, sem chances para Neuer. O chope na Allianz Arena, agora, estava ficando bastante aguado.

A torcida continuava apoiando o Bayern. Guardiola lançou Douglas Costa no lugar de Tasci, para tornar o time mais ofensivo. O nervosismo passou a tomar conta do time de Munique. Os jogadores passaram a tentar resolver a parada sozinho, com dribles desnecessários e chutes de longe, todos eles sem direção. O Gladbach, por sua vez, seguia perigoso e quase chegou a virada, após contra-ataque no fim. 

Com o empate, o Bayern perde a chance de conquistar o tetracampeonato alemão em casa, diante de sua torcida.

DORTMUND GOLEIA E ADIA SONHO DO BAYERN

O Borussia Dortmund fez o seu papel e goleou o Wolfsburg, em casa, por 5 a 1. O atacante Aubameyang, que entrou no segundo tempo, fez dois gols e comandou a vitória aurinegra.

Gol de Adrian Ramos - Borussia Dortmund x Wolfsburg
Dortmund goleou em casa (Foto: Sascha Schürmann / AFP)

Kagawa e Adrián Ramos fizeram logo 2 a 0 antes dos dez minutos do primeiro tempo, dando tranquilidade para o time. Com o olho em Munique, os Aurinegros estavam fazendo a sua parte. 

Na volta do intervalo, Marco Reus fez o terceiro, consolidando a vitória para o Dortmund. Mas tinha mais. Aubameyang, em dois minutos, transformou o triunfo em goleada, fazendo 5 a 0. No fim, Schürrle descontou para os Lobos.

OUTROS RESULTADOS

Darmstadt 1 x 2 Eintracht Frankfurt
Hannover 1 x 3 Schalke 04
Hoffenheim 2 x 1 Ingoltadt
Mainz 0 x 0 Hamburgo