LANCE!
06/10/2016
18:17
Turim (ITA)

Um dos maiores símbolos da Itália, Buffon teve uma quinta-feira para ser esquecida. O goleiro de 38 anos falhou feio e quase foi o responsável pela derrota da Azzurra diante da Espanha, no Juventus Stadium, pela segunda rodada do Grupo G das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018. De Rossi acabou livrando o ídolo de ter a culpa pelo fracasso anfitrião, igualando o placar em 1 a 1.

O resultado mantém a Espanha à frente da Itália pelo saldo de gols. No entanto, a Fúria cai para a segunda colocação, enquanto a seleção da Bota fica em terceiro. Ambas somam quatro pontos após o clássico. A ponta está com a Albânia, que derrotou Liechtenstein por 2 a 0, fora de casa. O azarão tem seis pontos.

A Itália demorou muito para entrar no jogo e não deu sequer um chute a gol durante os primeiros 45 minutos. A Espanha, ao contrário, se acomodou melhor no campo e foi dona da etapa inicial, apesar de não criar nenhuma oportunidade que tirasse o sono da tetracampeã mundial.

No início do segundo tempo, Buffon saiu todo errado do gol para tirar a bola de Vitolo, acabou errando e deixou o atacante da Espanha com o gol limpo para abrir o marcador em Turim. Uma cena triste para o torcedor da seleção italiana, acostumado a ver o capitão brilhar.

A Azzurra foi buscar o prejuízo. Éder foi derrubado na área. De Rossi foi para a cobrança, deslocou De Gea para o outro lado e fez a alegria da torcida local.