LANCE!
26/08/2016
07:30
Dortmund (ALE)

Nos últimos anos, o Borussia Dortmund se consolidou como o principal rival do Bayern, talvez o único capaz de tirar o caneco da Bundesliga de Munique. Com o legado deixado por Jürgen Klopp, Thomas Tuchel assumiu na última temporada, manteve o padrão de jogo e a força ofensiva da equipe.

O Borussia Dortmund brigou até as últimas rodadas com o Bayern pelo título alemão na última temporada. O duelo entre os gigantes no segundo turno poderia ter colocado ainda mais fogo na Bundesliga, mas o empate favoreceu aos bávaros. Para esta temporada, Tuchel terá que manter a mesma qualidade do time, mas com perdas importantes em seu elenco.

Três dos principais jogadores da equipe foram negociados. O Bayern pegou o zagueiro Hummels por 35 milhões de euros (R$ 127,3 milhões). Os rivais de Manchester ficaram com os outros dois: o volante Gündogan saiu para o City por 27 milhões de euros (R$ 98,2 milhões) e Mkhitaryan acertou com o United por 42 milhões de euros (R$ 152,8 milhões).

Além do trio, o meia Kuba foi vendido ao Wolfsburg por 5 milhões de euros (R$ 18,1 milhões). O volante Leitner, por sua vez, jogará no futebol italiano após a Lazio pagar 2 milhões de euros (R$ 7,2 milhões). Com as transferências, o Dortmund arrecadou 111 milhões de euros (cerca de R$ 404 milhões).

Mkhitaryan - Manchester United (Foto: Reprodução)
Mkhitaryan agora é do United (Foto: Reprodução)

Ao contrário das últimas temporadas e com dinheiro em caixa, a equipe também foi às compras e gastou 109,7 milhões de euros em reforços (cerca de R$ 400 milhões). O mais caro foi o atacante André Schürrle, ex-Wolfsburg, que custou 30 milhões de euros (R$ 109,1 milhões).

No entanto, a principal contratação foi Mario Götze, que foi comprado por 22 milhões de euros (R$ 80 milhões). O jogador volta ao clube que o revelou após três anos no Bayern de Munique. Ainda não se sabe como a exigente torcida aurinegra vai recepcionar o herói do tetra mundial da Alemanha. Na época da venda aos bávaros, torcedores queimaram camisas do meia e o chamaram de Judas.

Gotze - Judas Borussia Dortmund
Götze foi chamado de Judas pela torcida (Foto: Reprodução / Twitter)

- O Borussia perdeu três dos seus principais jogadores. Do meio para a frente, a reposição foi boa, com Götze, Dembéle, Schürrle... Raphael Guerreiro traz qualidade na lateral, mas a zaga caiu de qualidade, pois Bartra está bem longe da categoria de Hummels. No entanto, Thomas Tuchel vem demonstrando evolução. Time para ir longe, o Dortmund tem. Mas vai depender do encaixe dos novos reforços e, principalmente, do setor defensivo - disse o editor do LANCE! Thiago Correia.