Blatter teria revelado acordo para Rússia ser sede de 2018 (Foto: Fabrice Coffrini/ AFP)

Blatter está banido pelo Comitê de Ética da Fifa por oito anos (Foto: Fabrice Coffrini/ AFP)

LANCE!
19/01/2016
09:02
Zurique (SUI)

Banido por oito anos de qualquer atividade ligada ao futebol, o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, segue recebendo salários da entidade. Segundo a agência "Reuters", o dinheiro cairá na conta do suíço até a eleição do novo comandante da organização, marcada para o dia 26 de fevereiro.

A agência de notícias conversou com o porta-voz do comitê de auditoria da Fifa, que confirmou a informação. O salário de Blatter foi mantido após a suspensão temporária por 90 dias. Depois, ao ser banido pelo Comitê de Ética, o vencimento não foi cortado.

- Até a eleição de um novo presidente, em 26 de fevereiro, o Sr. Blatter é o presidente eleito e, portanto, - de acordo com o seu contrato - tem o direito de receber a sua remuneração. O comitê de remuneração decidiu, por consequência, em sua última reunião, não efetuar quaisquer novos pagamentos de bônus a Blatter - explicou o porta-voz.

FIFA  Sepp Blatter Michel Platini (foto:Mchael Buholzer/AFP)
Blatter e Platini juntos em reunião na Fifa (Foto: Mchael Buholzer/AFP)

Blatter e Michel Platini foram banidos do futebol por suspeita de corrupção. Eles não comprovaram um pagamento feito pelo suíço ao ex-jogador em 2011. O francês recebeu cerca de R$ 8 milhões, dias antes do pleito da Fifa naquele ano, e alegou que a quantia era proveniente de serviços prestados entre 1999 a 2002, quando fez um trabalho para Blatter na entidade.

A versão de ambos não foi aceita pelo Comitê de Ética, que entendeu que a prática foi um suborno, uma vez que Platini retirou sua candidatura para eleição da Fifa em 2011 semanas antes do pleito. A verba não consta no balanço da organização daquele ano, e Blatter disse que era um 'acordo verbal' entre eles.