Benzema - França (foto:FRANCK FIFE / AFP)

Benzema tem sido preterido pelo técnico Didier Deschamps nas convocações (Foto: FRANCK FIFE / AFP)

RADAR/LANCE!
19/10/2016
10:14
Madri (ESP)

Benzema segue tendo que comentar sobre o polêmico episódio de chantagem envolvendo Valbuena, que até hoje deixa a dupla afastada da seleção francesa. Desta vez, o atacante do Real teve que rebater ninguém mais ninguém menos que o presidente da França, François Hollande.

Em seu livro "Un president ne devrait pas dire ca..." (Um presidente não deveria falar sobre isso...)", o político afirmou que Benzema não era um exemplo de moralidade. O jogador rebateu em cima de outra declaração de Hollande, que foi além ao generalizar e dizer que atletas da seleção local são mal-educados que viraram estrelas riquíssimas.

- O que querem que eu diga? Que eu não sou um bom exemplo? Eu jogo futebol, entretenho os torcedores e fui muito bem-educado pelos meus pais - disse Benzema ao jornal "Le Parisien".

No ano passado, Benzema é suspeito de chantagear o ex-companheiro de seleção por conta da suposta existência de um vídeo íntimo de Valbuena. O camisa 9 chegou a ser detido e condenado a manter distância do meia. Porém, já não há mais este impedimento. O jogador disse que luta para voltar à seleção.

- Vamos ver. Não há necessidade de falar sobre isso agora. Tenho que jogar bem pelo meu clube. Espero voltar à seleção, mas não fico ansioso. É importante ter uma nova chance - finalizou Benzema.