Thiago Correia
16/03/2016
19:16
Munique (ALE)

A eliminatória mais emocionante das oitavas de final da Liga dos Campeões acabou sendo justamente a última partida a terminar. E o Bayern de Munique conseguiu uma classificação histórica na Allianz Arena. Na Alemanha, praticamente um espelho da ida na Itália. A Juventus começou bem demais, abriu 2 a 0, podendo fazer mais, com direito a gol mal anulado, que ainda deve dar um pano para a manga danado... Mas foi a vez do Bayern de Munique recuperar o placar e empatar aos 45 minutos do segundo e levar à prorrogação. No tempo-extra, dois que vieram do banco foram os heróis. Thiago Alcântara e Coman - este emprestado ironicamente pela Velha Senhora - garantiram o 4 a 2.

Com diversos desfalques, Massimiliano Allegri resolveu mexer. Colocou Khedira, Pogba e Hernanes no meio, com boa marcação e ótima técnica, além de Cuadrado e Alex Sandro mais abertos, além de Morata lá na frente. Do outro lado, o Bayern teve o meio-campo com Xabi Alonso, Vidal, Ribéry e Douglas Costa, além de Müller e Lewandowski na frente. Nenhuma novidade. Mas o time estava nervoso demais em campo.

E demonstrou isso logo. O Bayern tinha mais posse, como sempre, mas esbarrava em um time cascudo e experiente. Era difícil demais causar danos. E lá atrás, um nervosismo inexplicável. O gol da Juve saiu logo aos cinco minutos. Lançamento de Khedira buscando Lichtsteiner na área, Alaba acabou se embolando com Neuer, o lateral-direito conseguiu complicar tudo ali e a bola sobrou para Pogba, de frente para o gol e sem goleiro. O craque francês não perdoou.

A partida continuou com a mesma pegada. A Juventus ainda teve um gol muito mal anulado. E seria em mais uma falha de Neuer. Saiu muito mal, houve a interceptação de Khedira e Morata fez de cobertura. O auxiliar marcou impedimento incorretamente. Mas o segundo gol ainda viria no primeiro tempo mesmo.

Após erro de Alaba no ataque, que estava deslocado e perdeu a bola na frente, Morata emplacou uma arrancada daquelas. Fintou quem aparecia na frente, deu drible da vaca em Kimmich e deu ótimo passe para Cuadrado. Com uma frieza polar, limpou Lahm, deixando o capitão rival no chão, e ampliou.

O Bayern só foi criar uma boa chance aos 41. Douglas Costa chutou, a defesa cortou e Lewandowski chutou, mas Buffon estava lá. A resposta veio logo. Ainda no primeiro tempo, quase que saiu mais um da Juve. Mas foi para o intervalo assim.

Na volta para o segundo tempo, Pep Guardiola colocou Bernat no lugar de Benatia, para tentar ter mais gente ofensiva em campo.  E a Juventus tinha mais 45 minutos para segurar uma pressão que certamente viria. O Bayern continuou com posse, mas a Velha Senhora conseguia controlar a partida sem correr tantos riscos. Morata chegou a ter duas belas oportunidades ainda nos primeiros minutos.

Guardiola mexeu de novo. Tirou Xabi Alonso e colocou Coman, curiosamente emprestado pela Juventus. E aí sim o Bayern acordou de vez. Tocava, tocava, tocava... Era difícil. Só foi conseguir pelo alto. Douglas Costa acertou cruzamento perfeito para Lewandowski, que subiu bem para diminuir.

E daí para o fim, foi pressão mesmo. Praticamente 20 minutos para buscar o empate e a prorrogação. Foi ataque a todo momento, bola na trave. E acabou vindo o gol. Aos 45 minutos. Vidal roubou bola de Evra na saída, abriu para Coman, que cruzou na cabeça de Müller. Explosão na Allianz Arena e tempo-extra.

Na prorrogação, a Juventus voltou a jogar. Mandzukic até obrigou Neuer a trabalhar. Mas logo veio o equilíbrio. E o herói do dia ainda iria entrar. Thiago Alcântara veio para o lugar de Ribéry. Depois de um corte não muito bom da defesa, o meia recuperou, tabelou com Müller, e o meia chutou bonito para fazer.

Ainda faltavam pouco mais de 10 minutos. Mas a vaca italiana já tinha ido para o brejo. Logo depois, Coman, aquele que está emprestado pela Juventus, recebeu bola de Pogba, disparou, invadiu a área, parou e chutou colocado.  A Juventus ainda tentou nos últimos minutos, mas o Bayern não deu mole e vai às quartas de final.

FICHA TÉCNICA
BAYERN DE MUNIQUE 4x2 JUVENTUS

Local:
Allianz Arena, em Munique (ALE)
Data-hora: 16/03/2016, às 16h45 (de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson (SUE)
Auxiliares: Mathias Klasenius (SUE) e Daniel Wärnmark (SUE)

Gols: Pogba (5'/1ºT), Cuadrado (27'/1ºT), Lewandowski (28'/2ºT), Müller (45'/2ºT), Thiago Alcântara (2'/2ºP), Coman (4'/2ºP)

Cartões amarelos: Khedira (JUV), Morata (JUV), Kimmich (BAY), Vidal (BAY), Lichtsteiner (JUV), Lewandowski (BAY), Bonucci (JUV), Cuadrado (JUV), Pereyra (JUV), Thiago Alcântara (BAY), Sturaro (JUV), Bernat (BAY)
Cartões vermelhos: Não houve

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm, Benatia (Bernat, intervalo), Kimmich e Alaba; Xabi Alonso (Coman, 14'/2ºT), Vidal, Ribéry (Thiago Alcântara, 10'/1ºP) e Douglas Costa; Müller e Lewandowski. Técnico: Pep Guardiola
JUVENTUS: Buffon, Lichtsteiner, Barzagli, Bonucci e Evra; Khedira (Sturaro, 22'/2ºT), Pogba, Cuadrado (Pereyra, 43'/2ºT), Alex Sandro e Hernanes; Morata (Mandzukic, 26'/2ºT). Técnico: Massimiliano Allegri