Um dos maiores artilheiros da Argentina, Batistuta depois se tornou jogador de pólo

Batistuta brilhou pela seleção argentina nos anos 90 (Foto: AFP)

LANCE!
04/10/2016
15:40
Florença (ITA)

Aos 47 anos, o ex-atacante Gabriel Batistuta voltou a entrar em campo depois de rumores sobre a possibilidade de amputar as pernas devido a dores insuportáveis. Nesta segunda-feira, em Florença, Batigol participou de um amistoso entre Itália e Resto do Mundo.

O argentino anotou três gols na vitória do Resto do Mundo sobre a Azzurra por 12 a 6. Antes de atuação, Batistuta, emocionado, recebeu das mãos da Fiorentina o título de cidadão de Florença. Ele defendeu o clube da cidade de 1991 a 2000.

Em 2012, o ídolo argentino confirmou alguns incômodos nos tornozelos, mas descartou tomar uma atitude mais drástica, ao contrário das manchetes daqueles dias. No ano seguinte, passou por uma cirurgia e, agora, volta a aparecer em público em uma partida.

Batistuta marcou mais de 300 gols na carreira e hoje é o segundo o maior goleador da seleção argentina, com 54 gols. Ele foi revelado pelo Newell's Old Boys e teve passagens por River Plate, Boca Juniors, Fiorentina, Roma, Internazionale e Al-Arabi, de Doha, onde se aposentou por causa das dores.