Mönchengladbach x Barcelona

Cuidado, Neymar! Brasileiro deu passe preciso para o gol de empate do Barcelona (Foto: PATRIK STOLLARZ/AFP)

LANCE!
28/09/2016
17:36
Mönchengladbach (ALE)

O Barcelona deixou a impressão de que não venceria o Borussia Mönchengladbach nos 45 primeiros minutos. Em desvantagem, no segundo tempo, os catalães tiveram duas mudanças táticas que deixaram o time alemão assustado e só preocupado em se defender. Na soma de duas etapas distintas, os Blaugranas derrotaram os adversários por 2 a 1, de virada, nesta quarta-feira, no Borussia-Park, pela segunda rodada do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa.

Com o resultado, o Barça segue líder da chave, com 100% de aproveitamento e seis pontos. Já o Mönchengladbach cai para a lanterna.

De que adianta ter a posse de bola superior ao adversário se a construção das jogadas de ataque não funciona e a defesa mostra sinais de desatenção e desarrumação crônica? No primeiro tempo, o Barcelona foi surpreendido pela velocidade dos ataques do Borussia Mönchengladbach. Aos 33 minutos, o brasileiro Raffael roubou a bola de Busquests no meio de campo e repassou para Dahoud encontrar a conclusão certeira de Thorgan Hazard. Bonita jogada de ataque no gol dos alemães.

Mönchengladbach x Barcelona
Borussia chegou a sonhar com a vitória (Foto: AFP PHOTO)

Antes e depois de levar o gol, o Barcelona teve duas chances desperdiçadas por Suárez. Duas bolas que o Pistoleiro não costuma perder. Um gol dos catalães poderia esconder as deficiências do time visitante na primeira metade, com muitos jogadores "pregados em campo" e sem transição entre a retaguarda e o ataque.

O técnico Luis Enrique mexeu corretamente na equipe no segundo tempo. Rakitic e Alcacer, nulos no primeiro tempo, foram substituídos por Arda Turan e Rafinha, respectivamente. Do outro lado, pensando em se defender, o técnico André Schubert sacou Raffael e, como consequência, o time afrouxou no ataque.

Mönchengladbach x Barcelona
Arda Turan entra para mudar o jogo (Foto: PATRIK STOLLARZ/AFP)


Faltava alguém do meio de campo para se projetar na frente. Arda foi o jogador escolhido para cumprir a função no Barça. Com visão de jogo privilegiada, Neymar colocou por cima e deixou o turco livro para soltar uma pancada e empatar o jogo, aos 20 minutos.

O Barça já estava com controle do jogo. Aos 29, Suárez concluiu escanteio de Neymar. Sommer soltou a bola nos pés de Pique, que virou para os catalães. Naquela altura, o Mönchengladbach já tinha perdido o fôlego do primeiro tempo e as forças para reagir.

Celtic x City
City deixa dois pontos em Glasgow (Foto: Oli Scarff/AFP)

Pelo complemento da chave, na Escócia, Celtic e Manchester City fizeram um duelo de tirar o fôlego. Escoceses e ingleses empataram em 3 a 3, com o time da casa em vantagem no marcador três vezes. Depois de ser goleado pelo Barcelona na estreia por 7 a 0, o time de Glasgow mostrou um bom poder de reação.

Dembélé abriu o placar para o Celtic. Fernandinho deixou tudo igual. Sterling apareceu nos minutos seguintes. Primeiro ao marcar contra, tentando cortar um cruzamento. Em seguida, para empatar o marcador, se atirando no chão para superar o goleiro adversário e deixar o score em 2 a 2 antes do intervalo.

No segundo tempo, Dembélé fez mais um para o Celtic. Porém, Nolito fez o terceiro do Manchester City.

Os Citizens têm quatro pontos e estão na segunda colocação do Grupo C. O Celtic sobe para terceiro, com o empate em seus domínios.