Barcelona x Manchester City

Barcelona deixou Pep Guardiola com a cabeça quente após mais uma goleada (JOSEP LAGO / AFP)

LANCE!
19/10/2016
18:43
Barcelona (ESP)

O que estaria pensando o técnico Pep Guardiola ao notar Messi no gramado? Admiração, respeito ou medo? Antes de enfrentar o Barcelona, o técnico do Manchester City se disse feliz por vê-lo em campo. Durante 90 minutos, o argentino "retribuiu" a gentileza do ex-mestre e destroçou os Citizens, anotando três gols da vitória dos catalães por 4 a 0, nesta quarta-feira, no Camp Nou, pela terceira rodada do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa. Neymar completou o suplício do ex-técnico e ídolo do Barcelona.

Em duas visitas ao Camp Nou como adversário do Barça, Guardiola guarda sete gols sofridos (cinco de Messi e dois de Neymar) . Além disso, ele não viu Manchester City nem Bayern de Munique balançarem as redes rivais. A noite será longa para o badalado comandante dos Citizens.

Mais próximo das oitavas de final, o Barça dispara na liderança da chave, com nove pontos, deixando o Manchester City a ver navios, com quatro.

No primeiro tempo, Barcelona e Manchester City pareciam times com a mesma proposta. Pressionar a saída de bola, adiantando a marcação o máximo possível. Os rivais souberam sair das armadilhas adversárias e ficaram iguais neste aspecto, em um clássico bem movimentado.

O Barça tinha Messi, que contou com uma infelicidade de Fernandinho para abrir o placar. O atacante argentino tocou para Iniesta. A bola foi bloqueada pela zaga inglesa e ficaria com o volante do City se ele não escorregasse. Com o caminho livre, o camisa 10 do Barça passou pelo goleiro Bravo e completou para a rede.

Para a infelicidade dos donos da casa, o técnico Luis Enrique foi obrigado a gastar duas alterações ainda no primeiro tempo. O City começou a gostar mais do jogo, acertar o meio de campo até contar com a melhor chance para empatar. Gündogan passou pelo lesionado Piqué e chutou cruzado. Ter Stegen espalmou de forma sensacional.

O time da casa também não ficaria apenas se defendendo. Bravo respondeu à intervenção do ex-companheiro alemão tirando com o pé esquerdo um gol de Suárez. No entanto, no início da segunda etapa, o chileno saiu errado e teve de colocar a mão fora da área para não ser encoberto pelo atacante uruguaio. O City ficaria com menos um (Nolito) no momento em que era superior no Camp Nou.

Bravo - Barcelona x Manchester City
Bravo erra feio e leva o cartão vermelho (PAU BARRENA / AFP)

A expulsão de Bravo foi letal para o City. O Barça passou a roubar a bola no campo de defesa dos Citizens. Messi, da entrada da área, jogou no canto de Caballero e fez o segundo. Suárez, aproveitando erro grosseiro do zagueiro Stones, rolou para o argentino consolidar o hat-trick e a goleada.

A sequência de dois cartões amarelos infantis do zagueiro Mathieu igualou em números as equipes, mas não tirou do Barcelona o controle sobre a partida até o apito final. Em clima de fim de feira, Neymar ainda perdeu um pênalti. Mas, no lance seguinte, desmoralizou a defesa do City e se redimiu com um belo gol para encerrar o clássico.

FICHA TÉCNICA

BARCELONA 4 x 0 MANCHESTER CITY


Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP)
Data e hora: 19 de outubro de 2016, às 16h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Milorad Mazic (SRB)
Auxiliares: Milovan Ristić (SRB) e Dalibor Djurdjević (SRB)
Cartão Amarelo: Mathieu (MAN); David Silva, Fernandinho e Sterling (MAN)
Cartão Vermelho: Bravo, 7'/2ºT (MAN); Mathieu, 28'/2ºT (BAR)
Gols: Messi, 17'/1ºT (1-0); Messi, 16'/2ºT (2-0); Messi, 24'/2ºT (3-0); Neymar, 43'/4ºT (4-0)

BARCELONA: Ter Stegen; Mascherano, Umtiti, Pique (Mathieu, 39'/1ºT) e Jordi Alba (Digne, 9'/1ºT); Busquets, Rakitic e Iniesta (André Gomes, 33'/2ºT); Messi, Suarez e Neymar. Técnico: Luis Enrique.

MANCHESTER CITY: Bravo; Zabaleta (Clichy, 12'/2ºT), Stones, Otamendi e Kolarov; Fernandinho, Gündogan (Agüero, 33'/2ºT), David Silva e De Bruyne; Sterling e Nolito (Caballero, 12'/2ºT). Técnico: Pep Guardiola.

NA ESCÓCIA:

Fora de casa, em Glasgow, o terceiro colocado Borussia Mönchengladbach derrotou o Celtic por 2 a 0 e somou os três primeiros pontos no Grupo C. Já os escoceses ficam na lanterna, com apenas um ponto. Stindl e Hahn fizeram os gols do time alemão.