Espanyol x Barcelona

Neymar tenta superar a marcação. Craque passou mais uma vez em branco (Foto: AFP)

LANCE!
02/01/2016
14:49
Barcelona (ESP)

Nem Messi, nem Suárez, nem Neymar. Responsável por 76% dos 180 gols do Barcelona em 2015, o trio MSN começou 2016 em baixa. Os craques se deixaram levar pela pressão da torcida adversária e não conseguiram balançar redes no empate com o Espanyol em 0 a 0, neste sábado, no Estádio Cornellà-El Prat, em clássico catalão válido pela 18ª rodada do Campeonato Espanhol. 

Com uma jornada a menos do que os principais postulantes ao título por conta da participação no Mundial de Clubes, o Barça segue na liderança, mas pode ser ultrapassado pelo Atlético de Madrid, que recebe o Levante no Vicente Calderón. Os atuais campeões somam 39 pontos, por ora, um a mais do que os Colchoneros. Já o Espanyol é o 11º, com 21.

Inflamada desde o pontapé inicial, a torcida do Espanyol escolheu o principal vilão logo de cara: o zagueiro Piqué. O fato de defender a independência catalã não convenceu o público local, que pegou no pé do defensor o tempo todo. Messi, Suárez e Neymar também não foram poupados.

A fúria da torcida foi refletida algumas vezes nos jogadores anfitriões. Nas quatro linhas, o Espanyol procurou um rodízio de infrações para não deixar o Barcelona jogar. Quase deu errado. Numa cobrança de falta pouco antes do intervalo, Messi acertou o travessão do goleiro Pau López na melhor chance dos visitantes durante os 45 minutos iniciais.

O Barça teve o domínio, mas penou muito para construir as chances de gols. E quando conseguiu, desperdiçou. Suárez, sozinho, acertou a trave e ficou desesperado.

O Espanyol tinha o nervosismo do rival como a melhor opção para tentar as jogadas. Ex-Real Madrid, Asensio teve o chute mais perigoso que passou perto da meta de Bravo. No fim, os anfitriões saíram satisfeitos por terem tirado "uma casquinha" da melhor equipe do mundo.