Arda Turan (Foto: Lluis Gene/AFP)

Arda Turan foi uma das contratações do Barça que só conseguiram estrear em 2016 por causa da punição que o time recebeu da Fifa de não poder inscrever novos jogadores  (Foto: Lluis Gene/AFP)

RADAR/LANCE!
14/01/2016
16:11
Barcelona (ESP)

Real Madrid e Atlético de Madrid foram punidos nesta quinta-feira pela Fifa e estão proibidos de contratar jogadores nas próximas duas janelas de transferências, de julho de 2016 e janeiro de 2017. A punição é a mesma que o Barcelona sofreu em 2015, por conta de por conta da irregularidades na aquisição de jovens para as categorias de base.

O Barça foi proibido pela Fifa de inscrever novos jogadores no dia 2 de abril de 2014. Com isso, o clube não poderia contratar atletas na janela de julho de 2014 e na janela de janeiro de 2015. No entanto, o clube catalão entrou com um recurso na entidade e conseguiu um efeito suspensivo no dia 23 de abril do mesmo ano.

Sendo assim, o Barcelona pôde contratar jogadores e inscrever jogadores na janela de verão de 2014. Nela, o time catalão contratou os goleiros Bravos e Ter Stegen, o zagueiro Jérémy Mathieu, o meia Ivan Rakitić e o atacante Luis Suárez.

Porém, no dia 20 de agosto de 2014, a Fifa rejeitou a apelação do Barça e manteve a pena estipulada ao clube, que não poderia contratar por duas janelas de transferência seguidas. Por conta disso, o Barcelona ficou sem inscrever jogadores nas janelas de julho e janeiro de 2015, só voltando agora em 2016.

Apesar de ter conquistado cinco de seis títulos disputados na temporada 2014-2015, o Barcelona sofreu no período em que ficou sem poder contratar. O técnico Luis Enrique teve dificuldades em rodar o elenco entre as competições. No segundo semestre de 2015, em outubro, por conta de lesões, o time chegou a ter apenas 17 jogadores de linha disponíveis para uma rodada do Campeonato Espanhol, contra o Sevilla, fora de casa. Mesmo assim terminou a punição na vice-liderança da competição nacional (com um jogo a menos que o líder Atlético de Madrid) e foi líder do seu grupo na Liga dos Campeões.

O Barcelona voltou a inscrever jogadores em janeiro deste ano. Assim, o time regularizou o meia Arda Turan e o lateral Aleix Vidal, que foram contratados na janela de verão de 2015, mas não podiam estrear por conta da punição.