Real Madrid x Barcelona

Suárez e Neymar brilharam ao lado de Iniesta (Foto: JAVIER SORIANO/AFP)

Thiago Correia
21/11/2015
18:11
Madri (ESP)

O Barcelona foi ao Santiago Bernabéu neste sábado para enfrentar o Real Madrid, e mostrou que "Messidependência" foi mesmo para longe. O craque argentino até entrou no segundo tempo, mas o time sem ele mostrou que pode ser muito bom. Iniesta, Neymar e Suárez mostraram que estão em um excelente nível tanto no lado individual, quanto coletivo. Do lado do Real Madrid, os principais jogadores não brilharam.

REAL MADRID:
(thiagodacosta@lancenet.com.br)
Navas - 5,0

Não dá para culpar o goleiro costarriquenho pela derrota deste sábado. O jogador fez o que estava ao seu alcance.

Danilo - 4,5
Sofreu demais com o setor esquerdo do ataque do Barcelona, principalmente como Neymar, seu ex-companheiro da época de Santos. Acabou dando o espaço para o brasileiro em seu gol.

Varane - 4,5
Não passou confiança desde o início e o Barcelona teve facilidade para passar do zagueiro francês. Na frente, quase fez um gol.

Sergio Ramos - 4,0
Também não esteve bem na partida e assim como em 2005, quando sofreu demais com Ronaldinho Gaúcho no Santiago Bernabéu, viu Neymar passear. Deu espaço ainda para o primeiro gol do Barça.

Marcelo - 4,0
O Barcelona buscou mais jogadas pelo outro lado. Mesmo assim, sofreu muito na defesa quando Suárez forçava as jogadas. Quase fez um golaço no início do segundo tempo, que mudaria a partida, mas chutou para fora.

Modric - 5,0
Não conseguiu dar o ritmo necessário ao meio-campo e foi presa fácil para os rivais do mesmo setor do Barcelona.

Kroos - 5,0
Mesmo nível do companheiro. Não deu os passes que costuma dar, e também não deu a qualidade de costume na saída de bola.

James Rodríguez - 4,0
Totalmente fora de ritmo de jogo e, principalmente, de sintonia com o resto do time. Não sabia para onde correr, para onde tocar a bola, e nem quando e onde deveria fazer alguma cobertura.

Bale - 5,5
Ficou sumido na maior parte do tempo. Porém, as duas melhores chances do Real Madrid saíram dos seus pés, com passes para Cristaino Ronaldo e Benzema. Ambos desperdiçaram.

Cristiano Ronaldo - 4,5
Longe de ser o jogador mortal que costuma ser. Caiu nas pontas diversas vezes, buscou dribles, tabelas e jogadas. Mas raramente entravam. Perdeu um gol na cara de Bravo após passe de Bale, que poderia dar um gás novo ao Real Madrid.

Benzema - 4,0
Teve pelo menos três boas oportunidades para marcar em cima do Barcelona, mas desperdiçou todas. Pelo menos correu e tentou mostrar que os problemas extra-campo não atrapalham.

Carvajal - 4,5
Entrou no lugar de Marcelo e foi para o lado direito. Tentou neutralizar Neymar e subir ao ataque, mas o jogo já estava perdido.

Isco - 2,0
Entrou no lugar de James Rodríguez no início do segundo tempo, não produziu nada, e ainda foi expulso ao dar uma pancada em Neymar.

Rafa Benítez 3,0
Time mal treinado, sem saber o que fazer em campo, e sem poder de fogo. Já parece ter perdido o vestiário, e corre riscos de perder o emprego nos próximos dias.

Barcelona
(thiagodacosta@lancenet.com.br)
Bravo - 7,5

O Real Madrid chegou a criar boas oportunidades de gol, e em todas elas o chileno apareceu muito bem. Um dos destaques na goleada fora de casa.

Daniel Alves - 6,5
Não chegou a ser brilhante e o diferencial para a vitória, mas deu o suporte necessário para que os jogadores ofensivos pudessem brilhar no Santiago Bernabéu.

Piqué - 7,0
Muito seguro atrás, sem dar espaços para os atacantes do Real Madrid durante a partida inteira. No fim do jogo, com a goleada estabelecida, resolveu se aventurar na frente e teve boas chances. Na melhor delas, Munir acabou o atrapalhando.

Mascherano - 6,0
Ficou em campo por pouco tempo, saiu machucado e deu lugar a Mathieu. Enquanto esteve disponível, passou segurança.

Jordi Alba - 7,0
Sempre importante no apoio a Neymar no ataque pelo lado esquerdo. No fim, com o time já jogando como muito mais liberdade, deu um bom passe para o segundo gol de Suárez, o quarto do Barcelona.

Busquets - 7,0
Muita segurança na frente da defesa e qualidade na saída de bola. Importante para que o time pudesse atacar com qualidade.

Rakitic - 6,5
Não chegou a ser brilhante, mas foi importante para dar ritmo ao time. No segundo tempo sentiu alguma dor e acabou dando lugar a Messi.

Iniesta - 9,0
Brilhante. Mostrou toda a categoria que o faz um dos melhores craques da história do Barcelona e da Espanha. Além de estar presente em praticamente todas as jogadas ofensivas do Barça, fez a jogada do gol de Neymar, com um lindo passe, e ainda marcou um golaço ao receber passe do brazuca.

Sergi Roberto - 8,0
Com a responsabilidade de ser o jogador na vaga de Messi, não se escondeu. Pelo contrário, foi muito bem. Fez a jogada do primeiro gol, ao arrancar e achar Suárez na área, e criou diversos lances pelo lado direito.

Neymar - 9,0
Mostrou o craque que é. Vem em grande fase no Barcelona, mostrou-se muito à vontade não só no lado esquerdo, mas em todo o campo. Marcou o segundo gol do Barça, e deu um passe magistral de calcanhar para deixar Iniesta na boa para fazer o terceiro.

Suárez - 9,0
Assim como Neymar, mostrou que a fase realmente é excelente. Fez dois gols, abrindo e fechando a goleada, lutou durante os 90 minutos e mostrou toda a qualidade que tem.

Mathieu - 6,5
Entrou ainda no primeiro tempo no lugar do machucado Mascherano e foi seguro, ainda mais quando Piqué "abandonou" a defesa para tentar marcar o gol dele.

Messi - 7,5
Está voltando de lesão e mostrou que ainda falta ritmo. Em alguns lances, estava no lugar errado, na hora errada. Mesmo assim, criou boas oportunidades e deixou claro que é um craque.

Munir - 5,5
Recebeu a chance de jogar os últimos minutos do clássico e perdeu duas oportunidades. Acabou sendo cornetado no Twitter por Piqué por ter tirado uma bola do zagueiro, que estava louco para marcar.

Luis Enrique - 8,5
Tem o time nas mãos. Sabe tirar o melhor de cada jogador, e mostrou que a aposta em Sergi Roberto foi acertada. Tem o time na liderança com méritos.