Jackson Martínez - Celta de Vigo x Atlético de Madrid (Foto: Miguel Riopa / AFP)

Jackson Martínez entrou no segundo tempo contra o Celta de Vigo (Foto: Miguel Riopa / AFP)

LANCE!
19/01/2016
09:49
Madri (ESP)

Uma das principais contratações da última janela de transferências, o atacante Jackson Martínez ainda não despontou no Atlético de Madrid e não vem repetindo as atuações que o consagraram no Porto. No entanto, ele segue com prestígio, apesar da má fase. O Colchonero recusou, segundo o jornal "Marca", 30 milhões de euros (R$ 130,6 milhões) pelo colombiano.

O atacante é o segundo jogador mais caro da história do Atlético de Madrid, custando 35 milhões de euros aos cofres do time espanhol. O Tottenham acreditava que, diante de uma temporada aquém do esperado e sem a titularidade garantida do atleta, conseguiria fechar o negócio por um valor inferior pago pelos madrilenhos, mas não esperava a negativa do Colchonero.

Isso porque o Atlético não poderá inscrever jogadores nas próximas duas janelas de transferências, em julho de 2016 e janeiro de 2017. Perder uma referência como Jackson Martínez seria catastrófico para as pretensões do técnico Diego Simeone nas próximas temporadas. Para repor a saída do colombiano, dificilmente o time espanhol conseguiria alguém de peso e que não tivesse jogado a Liga dos Campeões por algum outro clube.

Jackson Martínez disputou 20 partidas - 12 como titular - até o momento pelo Atlético, marcando apenas três gols. Nas duas últimas partidas pelo Campeonato Espanhol, Simeone deixou o colombiano no banco, optando por Griezmann e Vietto como titulares.

Griezmann
Griezmann é o destaque do Colchonero (Foto: Reprodução / Facebook)

Na quarta colocação do Campeonato Inglês, o Tottenham está de olho em um novo atacante no mercado de transferências, para fazer dupla com Harry Kane. Com 39 pontos, os Spurs têm cinco a menos que o líder Arsenal e hoje estaria no grupo que disputaria a Liga dos Campeões da próxima temporada.

Já o Atlético de Madrid lidera o Espanhol, com 47 pontos, contra 45 do Barcelona - que tem um jogo a menos - e 43 do Real Madrid. Na última rodada, os madrilenhos bateram o Las Palmas, fora de casa, por 3 a 0. No domingo, o adversário é o Sevilla, no Vicente Calderón.