LANCE!
10/11/2016
19:19
Lisboa (POR)

Na disputa com o Palmeiras pelo atacante Borja, do Atlético Nacional, o Benfica teve a primeira oferta pela colombiano rejeitada. Os Encarnados terão de esperar o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, para realizar uma nova proposta. A intenção do clube de Medellín é valorizá-lo ainda mais antes de vendê-lo para Portugal ou para o Verdão.

Borja tem o passe dividido entre dois clubes: o Atlético Nacional detém 70% dos direitos do goleador. Os outros 30% são do Cortuluá, clube pelo qual o colombiano defendeu antes de se transferir para o atual campeão da Copa Libertadores.

Atlético Nacional e Cortuluá se reuniram nos últimos dias para tratar sobre o futuro de Borja. Além de Palmeiras e Benfica, Atlético de Madrid e um clube chinês cujo nome não foi revelado também estão dispostos a brigar pelo atacante.


De acordo com o jornal português "O Jogo", o Benfica aceita pagar até dez milhões de euros (R$ 36,8 milhões) por Borja. O teto da proposta foi considerado baixo pelos clubes colombiano, que pedem, no mínimo, 15 milhões de euros (R$ 55,3 milhões).

Destaque do Nacional no título da última Libertadores, Borja tem 23 anos e marcou 30 gols em 39 jogos nesta temporada. Ele foi o carrasco do São Paulo na semifinal da Libertadores e do Coritiba nas quartas de final da Copa Sul-Americana.