Barcelona x Juventus - Liga dos Campeões - Neymar com taça (Foto: Olivier Morin/AFP)

Barcelona é o atual vencedor da Liga dos Campeões (Foto: Olivier Morin/AFP)

LANCE!
10/02/2016
16:24
Paris (FRA)

A Associação Europeia de Clubes (ECA) fez uma reunião nesta semana em Paris, e ficou evidente o desejo cada vez maior de alterar alguns regulamentos dos torneios continentais, principalmente a Liga dos Campeões. O sonho a longo prazo é forma uma "super liga" com os times gigantes de Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália estarão. Mas como será praticamente impossível excluir países importantes, como Portugal, Holanda, Rússia, Turquia e alguns outros, a hipótese é de facilitar a classificação dos mais fortes.

- Estamos começando as discussões em torno da revisão do formato da Liga dos Campeões e a debater com a Uefa que melhoramentos podem ser introduzidos para tornar a competição ainda mais atractiva. Esta é uma fase que vai durar entre seis a nove meses, no máximo - disse Umberto Gandini, vice-presidente do ECA:

- Estamos seguindo o caminho habitual, a cada três anos analisamos, juntamente com a Uefa, aqui na ECA, o desempenho da competição, possíveis alterações, mudanças, e é nessa fase que estamos exatamente.

A ideia é que clubes tradicionais não corram o risco de ficar fora. Nesta temporada, times como Borussia Dortmund, Liverpool, Ajax, Milan e Internazionale ficaram fora. Este grupo reúne 20 troféus. Para a próxima, Manchester United, Liverpool, Chelsea, e os dois de Milão correm sério risco de não irem.

- Acredito que ECA e Uefa estão interessadas na evolução das competições. Estagnação significa regressão. Estamos sempre de olho em como desenvolver e melhorar os torneios. É importante achar algo que agrade a todos - disse Karl-Heinz Rummenigge, diretor-executivo do Bayern de Munique e presidente do ECA.