Nasser Al-Khelaifi (dono do PSG)

Nasser Al-Khelaifi, dono do PSG, através de assessoria, desmente ajuda financeira à Chapecoense (Foto: KENZO TRIBOUILLARD)

RADAR/LANCE!
29/11/2016
18:49
Paris (FRA)

O Paris Saint Germain não doará quantia alguma à Chapecoense. Boatos surgiram nas redes sociais de que os franceses ofereceriam uma ajuda de 40 milhões de euros (cerca de R$ 144 milhões) à Chape, mas o clube anunciou, através de sua assessoria de imprensa, que trata-se de uma inverdade. 

De acordo com o PSG, esse tipo de atitude não faz parte da política do clube. Apesar disso, os franceses deixaram um mensagem de apoio à Chapecoense no Twitter, com os seguintes dizeres:

- O clube divide a tristeza dos brasileiros e de todos os amantes do futebol ao redor do mundo.

Na madrugada desta terça-feira,  o avião que transportava a delegação do time catarinense para a final da Copa Sul-Americana, caiu nas proximidades de Medellín, na Colômbia, e vitimou mais de 70 pessoas. 

Assim como aconteceu com diversos times ao redor do mundo, os jogadores do PSG respeitaram um minuto de silêncio no treino desta terça-feira. Os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva, o lateral Maxwell e o atacante Lucas, representam os brasileiros que estão no elenco da equipe parisiense.