Lucy Oliver

Lucy Oliver é uma das vítimas (Foto: Reprodução)

LANCE!
16/06/2016
20:44
Portsmouth (ING)

O árbitro Connor Mayes, da Inglaterra, foi banido por três anos pela Federação de Futebol de Hampshire. Ele criou contas falsas de três mulheres que exercem a mesma profissão no Tinder, aplicativo de relacionamentos. Por causa do constrangimento causado, foi afastado de suas atividades.

As vítimas são Amy Robinson, Paula Wyatt e Lucy Oliver. Esta última apitou a última final da Copa da Inglaterra feminina, e é esposa de Michal Olver, árbitro da Premier League. O próprio Connor Mayes admitiu sua conduta imprópria.

Os outros usuários do aplicativo acreditaram que de fatos elas estavam lá, e que utilizavam a mídia social para flertar. Acabaram recebendo comentários indesejados e abordagens não solicitadas.

- Lucy, Amy e Paula estão passando por um inferno, com suas reputações manchadas e com suas confianças abaladas. Mayer pode retornar ao futebol em três anos como se nada tivesse acontecido. Mas as mulheres precisam de aconselhamento patrocinado pela Federação Inglesa (FA) para ajudá-las a recuperar desse abuso traumático virtual e para garantir que possam continuar com suas carreiras bem sucedidas - disse um porta-voz da Women in Football (Mulheres no Futebol), órgão de apoio ao futebol feminino.