Soldado e Giuliano - Fenerbahçe

Giuliano (à direita) foi apresentado ao lado de Soldado (à esquerda) (Foto: Divulgação)

LANCE!
18/08/2017
11:53
Istambul (TUR)

Convocado por Tite para os jogos contra Equador e Colômbia, nos dias 31 de agosto e 5 de setembro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, Giuliano foi apresentado, nesta sexta-feira, em sua casa nova: o Fenerbahçe. 

O meia de 27 anos deixou o Zenit após uma temporada na Rússia, onde marcou 17 gols em 38 partidas pelo clube de São Petersburgo. Em sua entrevista coletiva, Giuliano lembrou do compatriota Alex. Ele revelou ter recebido uma mensagem de apoio do antigo camisa 10 - uma espécie de "benção" daquele que é tido como um grande ídolo do Fener. 

- Primeiro, o Alex é um craque, um jogador de alto nível que construiu uma carreira aqui na Turquia sendo ídolo, conseguindo grandes resultados. Eu falei com ele antes de vir, ele me mandou uma mensagem, me desejou sorte e que as coisas saíssem bem aqui - comentou Giuliano, apresentado ao lado do atacante espanhol Soldado, ex-Real Madrid e Villarreal, e do lateral-direito chileno Isla, ex-Cagliari.

-  Estou muito feliz por vestir a camisa do Fenerbahçe, feliz pela recepção dos torcedores, da imprensa, da direção, do presidente, por todo o esforço que foi feito para me trazer. Quero poder atuar logo, entrar em campo. Sei que domingo temos um clássico importante (contra o Trabzonspor, pelo Campeonato Turco), e minha ideia é estar bem preparado para poder estrear nesse jogo. Que seja um ano vitorioso para todos nós, e que eu possa retribuir o carinho do torcedor e das pessoas que confiam no meu trabalho com boas atuações e resultados dentro de campo - encerrou, colocando-se à disposição para uma estreia já neste fim de semana. 

Giuliano perdeu espaço no Zenit com a chegada do treinador argentino Roberto Mancini. Além dele, o meia Maurício, que rescindiu amigavelmente, e o volante Hernani, agora emprestado ao Saint-Étienne, da França, foram outros brasileiros que saíram nesta temporada. 

Aos 27 anos, o meia revelado pelo Internacional comentou sobre a dificuldade de negociar sua saída do Zenit. Giuliano, novo camisa 20 do Fenerbahçe, a mesma utilizada por Alex em seu primeiro ano de Turquia, assinou um vínculo de quatro temporadas. 

- Realmente foi uma contratação difícil por todos os problemas fora de campo que a gente não podia controlar. Mas desde o início, quando recebi o convite do Fenerbahçe, eu disse "sim" e briguei até o último minuto para poder fechar a negociação. A diretoria sabe disso. Aceitei vir para cá pelo desafio, pela grandeza do Fenerbahçe, uma equipe que sempre briga por títulos. Nada melhor que dar um passo avante na carreira. Por isso, escolhi o Fener. Para crescer - concluiu o jogador da Seleção Brasileira.