Bruno Uvini

Zagueiro Bruno Uvini valorizou bastante o triunfo do Twente na última rodada (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
07/04/2016
15:31
Enschede (HOL)

O Twente conquistou uma vitória importante sobre o Willem II na última rodada da liga holandesa, derrotando o rival de virada, por 3 a 2, no estádio do adversário. No entanto, mesmo vencendo, a equipe apenas voltou a ter pontuação que já possuía antes do início da rodada, já que o clube foi punido com a perda de três pontos em razão de problemas financeiros ocorridos na gestão anterior. O zagueiro Bruno Uvini valorizou bastante o triunfo, pois além de se afastar ainda mais da zona de rebaixamento, o time recuperou de imediato os pontos perdidos fora de campo. 

- Foi uma vitória maravilhosa, de virada, e fundamental para diminuirmos ainda mais as chances de descenso. Impedimos o crescimento do adversário na competição e consequentemente que se aproximassem de nós na classificação. Outra razão para esse resultado ter sido tão comemorado por todos aqui, é que o clube foi punido nesta semana com a perda de três pontos, ou seja, acabamos ficando com a pontuação que já tínhamos antes dessa decisão, o que foi essencial do ponto de vista psicológico - disse.

Faltando apenas cinco rodadas para o encerramento do campeonato nacional, a equipe do brasileiro ocupa a décima terceira colocação com 35 pontos, dez a mais que o primeiro clube dentro do Z3. No próximo domingo, o time do ex-defensor do São Paulo receberá o tradicional Feyenoord e caso vença a partida poderá avançar até três posições. Para Bruno, embora o Twente tenha sido goleado no primeiro encontro entre as duas equipes na competição, o intuito de seu time é apenas de vencer a partida.

- Enfrentar qualquer um dos três principais clubes do país é sempre muito difícil. Embora estejam muito distantes de Ajax e PSV, que são as equipes que brigam pelo título, eles possuem um time de boa qualidade e a terceira posição indica isso. No jogo do primeiro turno, quando ainda estávamos num momento bem complicado, fomos goleados por 5 a 0, e não esquecemos disso. Mas não pensamos em devolver um resultado tão improvável, queremos apenas derrotá-los, e é atrás disso que iremos - ressaltou.