Uli Hoeness

Hoeness ficou preso por 21 meses por sonegação fiscal (Foto: divulgação)

LANCE!
29/02/2016
11:17
Munique (ALE)

Ex-presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness foi libertado nesta segunda-feira. Ele estava preso desde junho de 2014 e ficou 21 meses detido por sonegação de impostos. O ex-cartola do clube bávaro, que admitiu ter deixado de pagar 28,5 milhões de euros (R$ 124 milhões) em taxas, cumpriu metade da pena, uma vez que havia sido condenado a três anos e meio.

Hoeness disse que anunciará quais serão seus planos para o futuro em julho. É o mesmo período em que o técnico Carlo Ancelotti assumirá o Bayern de Munique, em substituição a Pep Guardiola, que vai treinar o Manchester City na próxima temporada.

Presidente honorário do Bayern de Munique, Franz Beckenbauer disse que o ex-dirigente deve voltar a trabalhar no clube.

- Ele sempre está cheio de entusiasmo em relação ao Bayern. Seja qual for a função, O Bayern precisa dele - disse, ao jornal "Bild".

Uli Hoeness assumiu o Bayern de Munique em 2009 sucedendo Franz Beckenbauer. Ele conquistou por duas vezes o Campeonato Alemão, uma Liga dos Campeões, duas Supercopa da Alemanha e uma Copa da Alemanha. Seu mandato iria até 2015, mas teve que ser interrompido devido à prisão.