Inglaterra x Rússia

Torcedores entraram em conflito também dentro do estádio (Foto: VALERY HACHE/AFP/Lancepress!)

LANCE!
12/06/2016
16:55
Marselha (FRA)

No dia seguinte ao confronto entre ingleses e russos, que causou confusão dentro e fora do estádio em Marselha, a Uefa, neste domingo, divulgou um comunicado e mostrou que os atos podem ter graves consequências. Primeiramente, a entidade avisou que abriu um procedimento disciplinar contra a federação russa de futebol por conta do conflito no estádio. Posteriormente, o Comitê Executivo ameaçou excluir tanto Inglaterra quanto Rússia desta edição da Eurocopa caso cenas como que as foram vistas no último sábado voltem a acontecer.

Ainda em nota, a Uefa demonstrou apoiar totalmente as ações das autoridades francesas que apuram o caso e ressaltaram que a intenção é que se tenha um torneio seguro.

"O Comitê Executivo da UEFA alertou ambas federações de futebol que, independentemente de quaisquer decisões tomadas pelos órgãos disciplinares independentes relativas aos incidentes dentro do estádio, não hesitará em impor sanções adicionais sobre a Federação Inglesa (FA) e a Federação Russa (RFS), incluindo a potencial desqualificação de suas respectivas equipes do torneio, caso tal violência aconteça novamente. Insistimos com a FA e a RFS para pedir aos seus torcedores para se comportarem de maneira responsável e respeitosa. Também gostaríamos de expressar publicamente nosso apoio ao trabalho das autoridades francesas e as forças de segurança por seus esforços para oferecer um torneio seguro em circunstâncias difíceis".

Em relação ao processo disciplinar contra a Federação Russa, as decisões serão tomadas nos próximos dias, após o prazo que a entidade tem para se defender e enviar posição à Uefa. Além disso, também estariam sendo investigados denúncias de atos racistas durante o evento.

"A Uefa expressa o absoluto desgosto com os confrontos violentos que ocorreram no centro da cidade de Marselha, e sua séria preocupação com os incidentes no fim do jogo dentro do estádio. Esse tipo de comportamento é totalmente inaceitável e não tem lugar no futebol. Processos disciplinares foram abertos contra a Federação Russa de Futebol (RFS)"

Segundo apuração da Reuters, Vitaly Mutko, Ministro dos Esportes russo, teria, inicialmente, negado que tivesse acontecido alguma confusão, mas, depois, teria afirmado que a Uefa estava tomando uma atitude correta em investigar o caso.