LANCE!
17/11/2015
09:20
Bruxelas (BEL)

Sem muito o que fazer em Bruxelas após o cancelamento do amistoso contra a Bélgica, a Espanha já embarcou para Madri nesta terça-feira. O jogo foi desmarcado por conta da ameaça terrorista na capital belga, onde poderia se encontrar um dos suspeitos de comandar os atentados que deixaram 129 mortos e mais de 300 feridos em Paris, na sexta.

O técnico Vicente del Bosque, que tinha se manifestado a favor do amistoso, concedeu uma coletiva dentro do avião. Ele explicou que a delegação acelerou sua retirada de solo belga após a confirmação do cancelamento da partida.

- Desconhecemos os motivos, mas imaginamos, e devem ser muito fortes para suspender o jogo. É uma questão de segurança. O governo belga entendeu que não poderia garantir a segurança dos espectadores e a nossa, claro. Tomara que não haja mais nenhuma suspensão. Ninguém gosta disso, porque estamos aqui pelo esporte e para divertir as pessoas. Os jogadores estão tranquilos e queriam jogar, mas o quanto antes voltamos a Madri, melhor. Não tivemos problemas no hotel. Tentamos acelerar o retorno o máximo possível, e saímos o quanto antes, com tranquilidade - comentou o treinador.

Nesta segunda-feira, a Bélgica teria elevado o risco de ameaça terrorista de dois para três. Isso porque o francês Salah Abdeslam, considerado um dos suspeitos dos atentados de Paris, reside em Bruxelas. A polícia está atrás do acusado. O clima na capital é tensa, principalmente para os moradores do bairro de Molenbaak, local onde fica a comunidade islâmica na periferia da cidade.