Rodrigo Dantas

Rodrigo começou bem sua passagem pelo Desportivo de Fátima, de Portugal (Foto: Divulgação)

LANCE!
05/09/2016
03:15
Fátima (POR)

Ex-jogador do Botafogo, o meio-campista Rodrigo Dantas, de 26 anos, fez uma excelente estreia pelo Desportivo de Fátima, de Portugal. No último dia 28, a equipe do brasileiro venceu o ARC Oleiros, por 3 a 2, e ele marcou um golaço de falta, sendo decisivo para o triunfo em casa, em confronto válido pela segunda rodada do Campeonato Português Prio, a terceira divisão.

- Foi um dia especial, ganhamos uma partida difícil onde o grupo se entregou ao máximo e Deus me presenteou com um gol que sem dúvidas é um dos mais bonitos da minha carreira - afirmou Dantas, que foi destaque na mídia portuguesa durante a semana, quando revelou ao jornal "Record" algumas de suas inspirações para as cobranças de faltas:

- Desde as divisões de base sempre gostei de treinar as cobranças de faltas e marquei bonitos gols. Nos profissionais do Botafogo tive alguns companheiros com os quais aprendi muito, observando seus treinamentos neste fundamento. Destes, destaco o Lúcio Flávio, grande jogador e um grande amigo, e o Seedorf, outro grande craque. Ambos eram fenomenais nas cobranças de faltas e tive o privilégio de estar com eles no Glorioso.

O Desportivo de Fátima é o quarto clube de Dantas em Portugal. Além do Varzim, equipe pela qual atuou na última temporada, o brasileiro já defendeu o Estoril e o Belenenses. Feliz pelo bom início, o meio-campista faz planos de continuar em alto no novo clube e sonha alçar voos mais altos na carreira.

- Vou trabalhar firme para ajudar meus companheiros e o clube, pois me receberam muito bem. Sou muito grato ao Fátima pela oportunidade de vestir esta camisa e espero retribuir em campo com muita dedicação, esforço e bom futebol. Desejo realizar um grande trabalho aqui e dar um salto na minha carreira, pois ambiciono retornar à Primeira Liga, pois sei que tenho futebol para isso - afirma Dantas, que agradeceu ainda ao amigo Thalles Braga, do Rio de Janeiro, com o qual trabalhou o condicionamento físico durante as férias, o que segundo ele foi determinante para que chegasse bem ao Fátima.