LANCE!
07/06/2016
12:53
Paris (FRA)

A espera está chegando ao fim. Nesta sexta-feira, a Eurocopa terá o seu início. E a aguardada competição tem a França, país-sede, com uma das favoritas para conquistar a competição de seleções. Além de ser uma equipe bastante competitiva, a seleção francesa tem um retrospecto positivo a seu favor: o fator casa.

Jogando diante de seus torcedores, a França foi a última equipe a vencer a Euro sendo o país-sede. Isso aconteceu na edição de 1984, quando o lendário Michel Platini esbanjou toda a sua qualidade técnica e, mostrando seu faro de gol (já que foi artilheiro com nove gols), conduziu os Bleus àquele que seria o primeiro título do país no torneio continental. A conquista veio após derrotar a Espanha na final, que teve um público de quase 50 mil pessoas no estádio Parc des Princes, em Paris. 


E os franceses têm outra boa lembrança quando se trata de uma competição gigante disputada no país. Em 1998, a França sediava a Copa do Mundo pela segunda vez - a primeira foi na edição de número três do Mundial, ainda em 1938. E foi inesquecível para os locais, já que Zinedine Zidane e companhia brilharam e, após golear a Seleção Brasileira na final no Stade de France, levaram o taça mais almejada do planeta. 

Favoritismo nesta Euro

Anfitriã do torneio, a França está no Grupo A ao lado de Romênia, Albânia e Suíça. Na teoria, a chave não deve causar dores de cabeça para o técnico Didier Deschamps, principalmente pelo fato de o treinador poder contar com astros como Antoine Griezmann (Atlético de Madrid), Paul Pogba (Juventus) e Anthony Martial (Manchester United) - todos os três são destaques de seus respectivos clubes. 

Paul Pogba
Pogba é o principal jogador daseleção (Foto: Franck Fife/AFP)

Se não há como cravar que a França vai confirmar o favoritismo no grupo, passar às quartas e chegar forte para conquistar o seu terceiro título na Euro, dá, no mínimo, para afirmar, como o histórico não deixa mentir, que os gauleses podem esbanjar otimismo atuando em casa. 

E o primeiro passo para levantar a taça será nesta sexta-feira, quando a França faze a abertura contra os romenos, no Stade de France.