icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/08/2015
19:43

Autor do gol do único gol do Fluminense no jogo da tarde deste domingo, no Maracanã, Wellington Paulista lamentou a falta de atenção que, segundo ele, ocasionou o segundo gol do Atlético-MG e, consequentemente, a vitória da equipe mineira por 2 a 1. Segundo o atacante tricolor, o Flu estava pressionando em busca da vitória quando Patric balançou a rede.

– Faltou atenção. Eles fizeram uma triangulação pelo lado do campo, fizeram o "um dois" e tomamos o gol. Estávamos em cima deles. Não é que eles estavam fechados, estavam tocando muito bem a bola. Estavam lá atrás, com um jogador na frente e contra-ataque rápido. Tínhamos de ter atenção. Na hora que não tivemos, tomamos o gol – disse.

Wellington Paulista fez ontem o primeiro gol com a camisa do Flu. Na comemoração, ele foi à arquibancada e abraçou de forma efusiva Mário Bittencourt, vice-presidente de futebol do clube das Laranjeiras.

O atacante Magno Alves foi outro que lembrou que o time de Enderson Moreira estava bem quando levou o segundo gol:

– O negócio é bola na rede e foi o que eles fizeram. Quando a gente estava crescendo, levamos o gol da derrota.


Autor do gol do único gol do Fluminense no jogo da tarde deste domingo, no Maracanã, Wellington Paulista lamentou a falta de atenção que, segundo ele, ocasionou o segundo gol do Atlético-MG e, consequentemente, a vitória da equipe mineira por 2 a 1. Segundo o atacante tricolor, o Flu estava pressionando em busca da vitória quando Patric balançou a rede.

– Faltou atenção. Eles fizeram uma triangulação pelo lado do campo, fizeram o "um dois" e tomamos o gol. Estávamos em cima deles. Não é que eles estavam fechados, estavam tocando muito bem a bola. Estavam lá atrás, com um jogador na frente e contra-ataque rápido. Tínhamos de ter atenção. Na hora que não tivemos, tomamos o gol – disse.

Wellington Paulista fez ontem o primeiro gol com a camisa do Flu. Na comemoração, ele foi à arquibancada e abraçou de forma efusiva Mário Bittencourt, vice-presidente de futebol do clube das Laranjeiras.

O atacante Magno Alves foi outro que lembrou que o time de Enderson Moreira estava bem quando levou o segundo gol:

– O negócio é bola na rede e foi o que eles fizeram. Quando a gente estava crescendo, levamos o gol da derrota.