Wellington durante o treinamento do Flu nesta segunda-feira (Mailson Santana/Fluminense F.C.)

Wellington vem mostrando bom rendimento nos jogos e nos treinos (Mailson Santana/Fluminense F.C.)

LANCE!
02/08/2016
09:30
Rio de Janeiro (RJ)

Aos 17 anos, com 17 jogos e apenas um gol entre os profissionais no currículo, o atacante Wellington deixou o Fluminense rumo à Inglaterra, onde defenderia o Arsenal, clube com o qual assinou na época um contrato de quatro anos. A saída precoce fez com que a joia criada em Xerém deixasse as Laranjeiras sem dar grandes mostras de seu futebol para a torcida do Tricolor Carioca.

Apesar das poucas chances com Muricy Ramalho, então técnico do Fluminense, Wellington - que ainda era chamado de Wellington Silva - lembra da primeira passagem com carinho. Agora, o camisa 11 deseja ter mais chances no Tricolor.

- Tive o gostinho de chegar ao profissionais e disputar algumas partidas, mas já estava vendido. Sabia o que aconteceria e fui embora sem muitas chances. Mas vivi momentos especiais. O Flu foi campeão (brasileiro em 2010), ganhamos quase todos os jogos. Não pude jogar muitos e agora estou aqui e posso vivenciar isso de novo - comentou o atacante em coletiva nesta segunda-feira.

Repatriado pelo clube das Laranjeiras em julho, Wellington precisou de duas partidas, contra Ypiranga-RS e Ponte Preta, para cair nas graças da torcida, superando a desconfiança de alguns torcedores. Após marcar seu primeiro gol, o atacante agradeceu ao carinho recebido especialmente no jogo do último domingo, no Estádio Giulite Coutinho, no confronto com a Macaca.

- A torcida tem me dado muito força desde que cheguei. É normal do torcedor. Quando não vai bem tem dúvidas. Estou centrado em dar o meu melhor e mostrar porque eu voltei. Se eu estiver bem nos treinamentos vou chegar aos jogos também em um bom nível - comentou o camisa 11 do Fluminense.