LANCE!
08/02/2017
17:40
Rio de Janeiro (RJ)

Faça sol ou faça chuva, como no último domingo, o Fluminense segue invicto. O Tricolor está com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca e, agora, é só esperar o resultado de Volta Redonda e Bangu para garantir vaga antecipada na semi-final da Taça Guanabara.

Das quatro partidas que disputou, incluindo a da Primeira Liga, contra o Criciúma, o Fluminense venceu duas com três gols a mais que o adversário. A partida contra a Portuguesa começou com 30 minutos de atraso e as condições não eram boas. Com o campo encharcado, os times tiveram dificuldades na movimentação, mas a Portuguesa pressionou e se saiu melhor nos primeiros minutos. Tal atuação não durou muito tempo, porque o primeiro gol foi marcado aos 32 minutos por Henrique Dourado.

O segundo gol foi marcado por Leo. O lateral marcou pela primeira vez desde que foi integrado ao elenco profissional. Para fechar, Scarpa garantiu os 100% de aproveitamento em 2017, marcando o terceiro da partida com 42 minutos do segundo tempo.

Este ano, Abel voltou a assumir o comando do time e, com ele, novos jogadores fazem parte do elenco, inclusive os gringos Sonorza e Orejuela, que têm se destacado nas últimas partidas. Confiante, guerreiro e com defesa ajustada, o Fluminense iniciou o ano com motivação. Especialistas analisam desempenho do time tricolor.


Otávio Oliveira (autor do blog Papo com Boleiro)


Sempre fui fã do trabalho do técnico Abel Braga e, acredito que o retorno dele para as Laranjeiras tenha sido o melhor investimento feito pela diretoria do Fluminense para essa temporada.  A cada partida do Fluminense, vejo uma vontade absurda dos jogadores em conquistar a vitória (algo só visto nos tempos do Time de Guerreiros) e, a cada entrevista concedida pelos atletas, podemos ver brilhos nos olhos de cada um deles e, sem dúvida alguma a chegada dos gringos Orejuela e Sonorza, melhorou consideravelmente a qualidade do meio campo. Acho que a defesa ainda é um ponto frágil no tricolor, mas a vontade de vencer está superando a fragilidade defensiva.


André Schmidt (autor do Números da Bola)


O Fluminense montou um time muito leve e veloz, com um meio-campo de toque de bola e movimentação. Conseguiu manter o Scarpa, que pra mim é um dos melhores meias em atividade no Brasil atualmente, e trouxe reforços pontuais para o elenco, como são os casos de Sornoza e Orejuela. É claro que ainda há falhas a serem corrigidas. Na partida contra o Criciúma, por exemplo, a intermediária defensiva ficou muito exposta e o time sofreu em alguns momentos do jogo. Entretanto, Abel Braga parece ter agido rápido, consertando o posicionamento de Orejuela, que tem sido um dos destaques da equipe. O Fluminense, por característica de seu elenco, é um time muito incisivo no ataque, de passes rápidos e infiltrações. Acredito que este seja o seu maior trunfo para 2017. Precisa fazer ajustes defensivos e encorpar mais o seu elenco, mas isso vem com o tempo. Uma grata surpresa nesse início de temporada.


Fábio Suzuki Vieira (autor do De Prima)

O desempenho do Fluminense neste início de ano surpreende, até porque não fez nenhuma grande contratação tendo como principal mudança a volta do Abel no comando do time. A pressão por ter terminado mal o ano de 2016 pode ter ajudado neste desempenho no início da temporada. Mas ainda é muito cedo para qualquer prognóstico sobre a equipe para este ano.