Luiza Sá
21/05/2018
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

Como Abel Braga já havia previsto, não foi um jogo fácil contra o Atlético-PR, no Maracanã. No entanto, o Fluminense apresentou mais uma vez um bom futebol e saiu com a vitória por 2 a 0 na sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois destaques da equipe tricolor foram a velocidade nas jogadas e a inteligência para ocupar os espaços.

O Flu começou melhor o jogo e teve cinco finalizações no gol só no primeiro tempo. Com o lado direito funcionando bem novamente, com Jadson e Gilberto. Marcos Junior também foi importante para o esquema e rodou por todo campo, ajudando Marlon na esquerda nos momentos mais ofensivos. O lateral-esquerdo, que entrou no lugar de Ayrton Lucas, foi apareceu mais na defesa, auxiliando na linha de quatro atrás.


Os dois gols saíram em jogadas de muita velocidade, o que foi essencial para quebrar a interessante linha dos jogadores do Atlético. O time de Fernando Diniz vem ganhando destaque pela intensa troca de passes e, por isso, costuma ficar com o time mais compacto. Marcos Jr apareceu bem nos dois lances e foi o destaque da etapa inicial ao lado de Jadson e Sornoza.

No segundo tempo o cenário mudou um pouco e o Fluminense passou a apenas administrar o resultado, mas não deixou de se aproveitar dos vários espaços deixados pelo Atlético. As chegadas foram perigosas, mas deixaram a desejar na hora do toque final. Muito em função disso o técnico Abel Braga apostou na entrada de Matheus Alessandro na vaga de Marcos Jr para dar ainda mais dinâmica na frente, além do atacante João Carlos na vaga de Pedro, que sentiu. 

Como o próprio Abel analisou, a marcação forte e a obediência tática do Flu foram elementos importantes para a garantia dos três pontos. 

COMO TERMINOU

OS DESTAQUES

O coletivo pesou para que o Fluminense saísse do Maracanã com a vitória. No entanto, três jogadores foram os maiores destaques do confronto. Sornoza voltou a ser essencial no meio de campo, assim como Jadson, que participou dos dois gols e novamente foi importante para o esquema proposto por Abel. Outro nome que pesou foi Marcos Junior, com ótima atuação no primeiro tempo e também crucial nos dois lances que decidiram o confronto.