Henrique Dourado - Santa Cruz x Fluminense

Henrique Dourado tem dois gols pelo Fluminense no Campeonato Brasileiro (Foto: Clelio Tomaz/AGIF)

LANCE!
11/09/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Com apenas 25 gols marcados, o Fluminense tem um dos ataques menos efetivos do Brasileirão. Perto de enfrentar Fred, ex-centroavante do clube que hoje defende o Atlético-MG, os holofotes se voltam para os atacantes do elenco comandado por Levir Culpi, que não apresentam bons números.

Assim, a dúvida para o duelo com o Galo nesta segunda-feira persiste: Magno Alves, Henrique Dourado, Samuel... Todos têm chances de iniciar a partida, no entanto, a concorrência só ocorre pelo rendimento medíocre dos candidatos.

No entanto, Levir Culpi não credita o desempenho ruim apenas aos atacantes. Para o treinador, o rendimento ofensivo só vai melhor com um crescimento dos meio-campistas e laterais responsáveis por "alimentarem" os atacantes.

- Na verdade nós temos os jogadores, mas esse é um problema de conjunto. Falta a alimentação, a organização do time para fazer a bola chegar no ataque. Não temos grandes cruzadores. Nossos laterais são mais marcadores. Temos jogadores rápidos pelo lado e organizadores pelo meio. Por isso que o Dourado sofre um pouco, mas estamos tentando melhorar - comentou Levir.

Na manhã deste domingo o elenco do Fluminense treina nas Laranjeiras. Será a última atividade antes do confronto com o Atlético-MG na segunda-feira, às 20h no Estádio Giulite Coutinho. Com 34 pontos, o Flu está no oitavo lugar.