O auxiliar-técnico Marcão ditou os trabalhos nesta sexta-feira nas Laranjeiras (Foto: Nelson Perez/Fluminense)

O auxiliar-técnico Marcão ditou os trabalhos nesta sexta-feira nas Laranjeiras (Foto: Nelson Perez/Fluminense)

Patrick Monteiro
26/02/2016
10:43
Rio de Janeiro (RJ)

Sem representante no cargo de treinador, o Fluminense se reapresentou na manhã desta sexta-feira, após a derrota (2 a 0) para o Botafogo, em Cariacica (ES), dois dias atrás. O auxiliar Marcão comandou as atividades nas Laranjeiras, naquele que foi o primeiro treino sem Eduardo Baptista, demitido nesta quinta.

Em campo, os reservas participaram de um treinamento técnico que valorizou a posse de bola e os passes em espaço reduzido. Em seguida, Marcão promoveu um mini-coletivo do círculo central até a entrada de uma das áreas. Apesar da crise, o clima foi descontraído.

Já os titulares ficaram na academia. Entre eles, Fred, Diego Souza e Henrique. Diego Cavalieri fez um trabalho à parte no gramado, acompanhado pelos preparadores de goleiro.

Quarto colocado do Grupo A do Campeonato Carioca com sete pontos, o Tricolor está no limite da zona de classificação. Na quarta-feira, a equipe visita o Friburguense no Estádio Eduardo Guinle, às 21h45. A tendência é de que até lá o nome do novo técnico seja anunciado.

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Bonsucesso, a Portuguesa igualou o Flu na pontuação (leva a pior apenas no saldo e gols), ameaçando a vaga do time das Laranjeiras. Restam somente duas rodadas para o fim da primeira fase do Estadual do Rio e Janeiro.